MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CRIMES

Videos

Você está em

Após matéria que mostra possível ligação com caso Marielle, Bolsonaro emite duras críticas a Globo, que emite nota em repúdio as declarações do presidente

Antenor Ferreira 
Após matéria da rede Globo, que mostrou possível ligação do presidente Jair Bolsonaro (PSL), no caso da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), o presidente numa live diretamente da Arábia Saudita, onde se encontra em agenda internacional, proferiu sérias críticas contra a emissora.

Demonstrado irritação o presidente disse que a emissora profere mentiras e busca "destruir a família Bolsonaro", atribuindo o mesmo propósito ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

No vídeo que tem mais de 23 minutos de duração, Bolsonaro ainda taxa os profissionais da emissora de "patifes" e "canalhas", e disse que não tem motivos pra matar ninguém no Rio de Janeiro.

"TV Globo vocês não tem juízo. Parem de trair o Brasil", afirma o presidente, dizendo que a emissora "mamava bilhões de estatais".

Assista o vídeo completo:
A emissora divulgou nota em que destaca o papel da imprensa, e "lamenta que o presidente revele não conhecer a missão do jornalismo de qualidade e use termos injustos para insultar aqueles que não fazem outra coisa senão informar com precisão o público brasileiro".

Leia íntegra:

"A Globo não fez patifaria nem canalhice. Fez, como sempre, jornalismo com seriedade e responsabilidade. Revelou a existência do depoimento do porteiro e das afirmações que ele fez. Mas ressaltou, com ênfase e por apuração própria, que as informações do porteiro se chocavam com um fato: a presença do então deputado Jair Bolsonaro em Brasília, naquele dia, com dois registros na lista de presença em votações.

O depoimento do porteiro, com ou sem contradição, é importante, porque diz respeito a um fato que ocorreu com um dos principais acusados, no dia do crime. Além disso, a mera citação do nome do presidente leva o Supremo Tribunal Federal a analisar a situação.

A Globo lamenta que o presidente revele não conhecer a missão do jornalismo de qualidade e use termos injustos para insultar aqueles que não fazem outra coisa senão informar com precisão o público brasileiro. Sobre a afirmação de que, em 2022, não perseguirá a Globo, mas só renovará a sua concessão se o processo estiver, nas palavras dele, enxuto, a Globo afirma que não poderia esperar dele outra atitude. Há 54 anos, a emissora jamais deixou de cumprir as suas obrigações."

Siga o blog no FacebookInstagramTwitter YouTube

Antenor Ferreira

Jornalista chapadinhense, 33 anos, apresentador de rádio e TV, e redator dessa página. Obrigado por sua visita! Siga-nos no insta: @antenor.oficial

Nenhum comentário:

Participe! Deixe seu comentário

Clique na imagem e confira!

Clique na imagem e saiba mais!

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana

Ouça a rádio voz de arari!

Arquivo da página