MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CORONAVÍRUS

Videos

Arquivo da página

Você está em

Hildo Rocha representa o Parlamento Brasileiro em Havana e visita Centro Engenharia Genética e de Biotecnologia


O deputado federal Hildo Rocha representou o Brasil na XXXVII Assembleia Ordinária do Parlamento Latino-Americano e do Caribe, realizado em Havana (Cuba) nos dias 26, 27 e 28 de maio. O Parlatino foi criado em 1965 com a finalidade de desenvolver iniciativas em temas sociais e econômicos, direitos humanos e da mulher, segurança alimentar, educação, saúde, meio ambiente, entre outros.

Impactos provocados pela epidemia da Covid-19

Primeiro dia da reunião da Comissão de Educação e Cultura do Parlatino


A situação epidemiológica; os impactos e lições da pandemia da Covid-19, na região; políticas de saúde e fortalecimento dos sistemas de saúde, foram temas predominantes durante os debates.

Hildo Rocha ressaltou que a pandemia da Covid-19, produziu repercussões não apenas de ordem epidemiológica em escala global, mas também com fortes impactos sociais, econômicos e culturais sem precedentes na história.

Deputado Hildo Rocha (MDB/MA) no Capitólio, sede do Parlamento de Cuba


“Houve um aumento das desigualdades sociais e econômicas. Escassez de alimentos, aumento da pobreza, diminuição da produção global, aumento da inflação e dos juros no mundo inteiro. Além da África, a América Latina e Caribe foram as regiões mais atingidas pela pandemia. Temos problemas comuns que serão mais bem solucionadas com a nossa união”, sugeriu Hildo Rocha.

Dra. PhD. Marta Ayala Ávila, Diretora Geral do Centro de Engenharia Genética e de Biotecnologia de Cuba, apresentou os produtos desenvolvidos pela instituição

A Vice-presidente do parlamento Cubano, Ana Maria Mari Machado, destacou o empenho dos países-membros do Parlatino em defender tanto os seus direitos à vida e à autodeterminação, como a preservação e aperfeiçoamento da democracia e o sistema político.

Dra. PhD. Marta Ayala Ávila, Diretora Geral do Centro de Engenharia Genética e de Biotecnologia de Cuba com o deputado federal Hildo Rocha

“Havana é a cidade de onde surgiram os milhares de profissionais de saúde que não desistiram de seus esforços para salvar tanto a vida de seus compatriotas quanto a de muitos outros milhares de seres humanos da América Latina e Caribe, África, Ásia e até da própria Europa”, disse a deputada.

Parlamentares reunidos na sede do parlamento Cubano

O secretário das Comissões do Parlatino e senador mexicano, Ricardo Velázquez Meza, ressaltou que “é um dever manter o foco nos problemas que se intensificaram em decorrência da pandemia. As propostas de nossas comissões serão feitas com o objetivo fundamental de contribuir para o desenvolvimento positivo da região”.

Documento

Representantes do países-membros do Parlatino reunidos após conclusão dos trabalhos


No final dos trabalhos foi confeccionada uma declaração de três pontos que reconhece a importância para a América Latina e o Caribe de alcançar maior unidade, colaboração e coordenação, diante dos desafios que enfrentam em matéria de saúde os países da região.

O documento alerta para a complexa situação que a humanidade vive, caracterizada por crises sanitárias, econômicas e ambientais, além do aumento das desigualdades e guerras, entre outros desafios.

Segundo o documento assinado pelos presentes, todos apoiam os esforços para preparar um Plano de Ação de Saúde e Resiliência para as Américas até o ano 2030, baseado no princípio de não exclusão de qualquer nação do continente e levando em consideração a experiência e contribuições que os países da área possam apresentar.

Considera essencial incluir temas centrais em qualquer proposta de Plano de Ação, como as causas estruturais da precariedade dos sistemas de saúde, a necessidade de financiamento substancial e uma colaboração mais ampla e efetiva.

Tudo isso para enfrentar situações como a provocada pela pandemia de Covid-19, os efeitos pós-Covid-19 e as novas crises sanitárias que estão no horizonte.

A declaração ainda destaca que a pandemia aprofundou as desigualdades, particularmente na região da América Latina e Caribe, bem como a pobreza, e como resultado, “uma parte significativa da população mundial não teve acesso a vacinas contra SARs-CoV-2 nem a solidariedade nem o humanismo de que se estabeleceu uma situação de crise como a atual.

O encontro terminou com uma visita dos parlamentares ao Centro de Engenharia Genética e de Biotecnologia de Cuba.

Antenor Ferreira

Jornalista chapadinhense, 33 anos, apresentador de rádio e TV, e redator dessa página. Obrigado por sua visita! Siga-nos no insta: @antenor.oficial

Nenhum comentário:

Participe! Deixe seu comentário

Vamos ficar em forma?

Vamos ficar em forma?
Rua do Comércio - Centro, por trás do Armazém Paraíba

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana