MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CORONAVÍRUS

Videos

Arquivo da página

Você está em

Em debate na CNN, Hildo Rocha defende esforço de Lula para fazer governo de união


Durante debate realizado no Programa Painel, da rede de TV CNN, o deputado federal Hildo Rocha disse que Lula acerta ao escolher integrantes de outros partidos para comporem a equipe do futuro governo que será iniciado no dia primeiro de janeiro de 2023. “A ideia do Presidente Lula é fazer um governo de união, um governo de coalizão com outros partidos”, destacou o parlamentar.

Governos de coalizão 

De acordo com Hildo Rocha, o modelo de governo de coalisão é necessário quando o partido do presidente da república que ganhou as eleições não faz a maioria no parlamento.

“No mundo inteiro, quando o partido que ganha as eleições para governar o país não consegue formar a maioria no parlamento constrói um governo de coalizão, com a participação de outros partidos para formar uma boa base parlamentar. O MDB foi convidado pelo presidente Lula para formar uma frente ampla e o partido irá participar e ajudar o presidente Lula fazer um bom governo”, afiançou Hildo Rocha.

Método democrático e necessário

Hildo Rocha ressaltou que, no Brasil, apenas durante os períodos ditatoriais os presidentes governaram sem formar alianças políticas.

“Durante o período da ditadura militar não tivemos governos de união, governo com participação de vários partidos porque o governo implantou o bipartidarismo, por meio do Ato Institucional Nº2 (AI-2). Então, só existiam dois partidos: um de oposição e outro que apoiava o governo”, explicou Hildo Rocha.

O AI-2 foi composto por trinta e três artigos que estipularam eleições indiretas para presidente, dissolução de todos os partidos que atuavam na época e a ampliação do número de ministros do Superior Tribunal Federal.

Além disso, o AI-2 ampliou os poderes do presidente ao determinar que o mesmo poderia decretar 180 dias de Estado de Sítio sem a aprovação prévia do Congresso Nacional; autorizava intervenções nos cenários políticos estaduais; demissão de funcionários que não se adequassem ao novo governo e emissão de decretos complementares relacionados aos assuntos ligados à segurança nacional.

Além de Hildo Rocha, participaram do debate os deputados José Medeiros, do PL do Mato Grosso e Helder Salomão, do PT do Espírito Santos.



Antenor Ferreira

Jornalista chapadinhense, 33 anos, apresentador de rádio e TV, e redator dessa página. Obrigado por sua visita! Siga-nos no insta: @antenor.oficial

Nenhum comentário:

Participe! Deixe seu comentário

Vamos ficar em forma?

Vamos ficar em forma?
Rua do Comércio - Centro, por trás do Armazém Paraíba

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana