MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CORONAVÍRUS

Videos

Arquivo da página

Você está em

Maranhão: De cabeças rolando em Pedrinhas para exemplo em gestão carcerária

Estado que antes era sinônimo de caos no sistema penitenciário, o Maranhão implantou uma política séria de ressocialização
O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou, por meio das redes sociais, que o Governo do Maranhão vai ceder agentes penitenciários para ajudar o estado do Pará na crise do sistema penitenciário na cidade de Altamira, onde mais de 50 foram mortos. (Reveja)

“Atendendo a pedido do Ministério da Justiça, autorizei a cessão temporária de agentes penitenciários do Maranhão, para auxiliar no enfrentamento da grave crise na unidade penitenciária de Altamira, no Pará. Somos uma Federação e todos devem trabalhar juntos em favor do Brasil”, escreveu.

Estado que antes era sinônimo de caos no sistema penitenciário, o Maranhão implantou uma política séria de ressocialização e diferente do passado, quando aparecia no noticiário com presos sendo decapitados, hoje o estado aparece por seus bons resultados na segurança e no sistema penitenciário.

Um dos bons resultados, são os investimentos na escolaridade da população carcerária do estado. De 2014 a julho 2019 houve o aumento significativo de 471,9% no quantitativo de internos que estão em salas de aula. Em 2014 eram apenas 463 internos inseridos em atividades educacionais; hoje, esse quantitativo é de 2.648. Tais números mostram que os investimentos na ressocialização fez com que Pedrinhas virasse sinônimo de boa gestão.

Antenor Ferreira

Jornalista chapadinhense, 33 anos, apresentador de rádio e TV, e redator dessa página. Obrigado por sua visita! Siga-nos no insta: @antenor.oficial

Nenhum comentário:

Participe! Deixe seu comentário

Vamos ficar em forma?

Vamos ficar em forma?
Rua do Comércio - Centro, por trás do Armazém Paraíba

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana