MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

ELEIÇÕES 2020

Videos

Enquanto no passado médico falecido “recebia” do governo, na gestão atual de Anapurus 4 médicos reais atuam diariamente no município

Antenor Ferreira 

A realidade da Saúde do município de Anapurus é outra, graças a gestão da Professora Vanderly Monteles (PCdoB), hoje candidata à reeleição. A população tem acesso a uma saúde de qualidade, com médicos atendendo diariamente no hospital Madalena Monteles e unidades de saúde da sede a zona rural. 

A realidade atual confronta de maneira brutal com o que vivenciou a população no passado, quando o município estava nas mãos da ex-prefeita Tina Monteles e seu esposo, Júlio César (PSD), candidato a prefeito nessas eleições. 

Naquela época o povo penava por atendimentos. A romaria para Mata Roma e municípios vizinhos era incessante, enquanto do governo só vinha desculpas e escândalos vergonhosos, que se eternizaram na mente dos anapuruenses. 

Um desses escândalos foi o do médico Dr. Maxwell Tavares (in memorian). Lembram dele? Calma que refresco sua memória. 

O ano era 2014 e uma auditoria realizada em Anapurus constatou diversas irregularidades na gestão da ex-prefeita Tina Monteles. A auditoria teve como foco as ações voltadas a Saúde da Família, Saúde Bucal e Agentes Comunitários de Saúde, bem como aplicação dos recursos financeiros.

Dentre as irregularidades encontradas estava a má aplicação de recursos no hospital Madalena Monteles, que a época passou por uma reforma que durou 10 meses, período em que não houve uma única consulta, cirurgia ou qualquer atendimento, além da total ausência de medicamentos, em especial para Diabéticos e Hipertensos e, o mais grave: a "atuação" do cirurgião plástico Maxwell Tavares da Silva, que havia morrido em 13 de abril de 2012. 


Documentos comprovaram que apesar de falecido, o médico teria prestado atendimento na então Unidade Mista de Saúde Madalena Monteles em 2012, quando pessoa não habilitada e, por consequência, sem registro no Conselho Regional de Medicina, trabalhava como médico plantonista, atendendo a população. 

Pasmem, foram encontrados atendimentos e receituários médicos com assinatura e carimbo de profissional falecido e CRM desativado, denotando a ocorrência de exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. (Informações do blog do Neto Ferreira - Clique e confira matéria da época)

Essa era a saúde do governo Tina Monteles e Júlio César. Agora pergunto: Esse povo merece voltar? 

Está na ponta dos seus dedos a resposta. 

Antenor Ferreira

Jornalista chapadinhense, 33 anos, apresentador de rádio e TV, e redator dessa página. Obrigado por sua visita! Siga-nos no insta: @antenor.oficial

Nenhum comentário:

Participe! Deixe seu comentário

Clique na imagem e confira!

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana

Ouça a rádio voz de arari!

Arquivo da página