MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CORONAVÍRUS

Videos

Arquivo da página


O deputado federal Hildo Rocha destinou duas emendas parlamentares, uma no valor de R$ 200 mil e outra no valor de R$ 300 mil, totalizando R$ 500 mil reais que servirão para reforçar os atendimentos na saúde pública de Média Complexidade que são realizados pelo município de Jenipapo dos Vieiras. A entrega dos recursos foi representada por meio de um cheque simbólico que o parlamentar entregou para o prefeito Arnóbio.

Hildo Rocha ressaltou que os recursos financeiros captados para o município, por meio das duas emendas, é um reforço que chega para amenizar as dificuldades que o município enfrenta no setor da saúde pública em razão da escassez de recursos financeiros.

Os recursos das emendas que Hildo Rocha destinou serão para pagamento de procedimentos de Média Complexidade realizados no hospital municipal. Os recursos podem ser usados para diversos procedimentos médicos, compra de material cirúrgico, medicamentos para os pacientes internados, compra de combustível, aluguel de veículos a serviço do hospital municipal, pagamento de pessoal contratado para trabalhar no hospital, aquisições de órteses e próteses, além do pagamento de compras diversas e outros serviços

“Os recursos financeiros que vem do governo federal, para o setor da saúde, no âmbito do SUS, são insuficientes, não pagam  nem a metade das despesas que o prefeito tem na saúde. Além disso, a prefeitura não tem dinheiro para bancar serviços de saúde com a qualidade que a população necessita. O Governo Estadual que deveria entrar com contrapartida de pelo menos 25% para ajudar os municípios a bancar os serviços de saúde, de exames e de medicamentos, quando paga é de maneira atrasada. Por esse motivo, destinei um reforço financeiro de R$ 500 mil reais para o prefeito Arnóbio investir no funcionamento do hospital municipal”, explicou Hildo Rocha.

Reforço chega em boa hora

O prefeito Arnóbio destacou que o reforço financeiro proporcionado pelo deputado Hildo Rocha chegou em boa hora porque o setor da saúde municipal funciona no limite da capacidade financeira e operacional.


"As dificuldades são grandes, os recursos financeiros que o município tem são insuficientes para a manutenção dos serviços. Portanto, isso é motivo de preocupação. Felizmente, graças ao apoio do deputado Hildo Rocha, estamos conseguindo manter os serviços em funcionamento e a tendência é melhorarmos gradativamente”, declarou o prefeito.

Ajuda importante

Kessya Albuquerque, Secretária de Saúde do município, também destacou a importância da ajuda financeira viabilizada pelo deputado Hildo Rocha. “A gente trabalha mês após mês preocupada de como será o mês seguinte. Portanto, essa ajuda é de grande importância para que possamos honrar os compromissos financeiros pois as despesas com a saúde pública do município são grandes. Em nome da população de Jenipapo dos Vieiras, a gente agradece ao deputado Hildo Rocha por esse importante ajuda”, ressaltou a gestora municipal da saúde.


O presidente da Frente Parlamentar Mista de apoio à Habitação Popular, deputado federal Hildo Rocha, participou da entrega de 1.440 casas do Residencial Milton Amorim, no Município de Itapecuru-Mirim. A solenidade foi presidida pelo Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Acesso ao conjunto habitacional Milton Amorim

As casas do conjunto habitacional Milton Amorim estavam prontas, mas sem a avenida de acesso, a Secretaria Nacional de Habitação e o Banco do Brasil, instituição que foi responsável pela construção das unidades habitacionais, se recusavam a entregar as casas. Então, a pedido de lideranças empresariais e políticas de Itapecuru Mirim, o deputado Hildo Rocha colocou emenda parlamentar para a Codevasf construir a avenida, ligando o centro da cidade ao conjunto habitacional.


“A construção desse conjunto habitacional enfrentou algumas dificuldades porque não foi bem planejada. A avenida de acesso ao habitacional Milton Amorim não consta no contrato. Mas, encontramos a solução. A pedido do Benedito Mendes, do prefeito Benedito Coroba, do vice-prefeito, Mauricio e do vereador Emerson, coloquei emenda impositiva para construir a avenida. O colega Marreca também colaborou colocando emenda sua para a construção da avenida. Assim, o sonho da casa própria foi realizado para 1.440 famílias que agora tem seu próprio lar. Claro que fiquei muito feliz por ter contribuído para que essas pessoas realizassem o sonho da casa própria, explicou Hildo Rocha.

Benefícios para o Maranhão

O deputado Hildo Rocha destacou que apesar dos significativos avanços alcançados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, no setor habitacional, ainda existem muitos maranhenses que aguardam sua casa própria.

“Ministro, a gente reconhece que você tem ajudado o nosso Estado, não apenas na habitação, mas também no saneamento, água e esgoto sanitário. Hoje, tivemos a satisfação de fazer a entrega de um conjunto habitacional que contempla 1.440 famílias. Porém, ainda temos muitos conterrâneos que precisam de habitação, principalmente na zona rural. Sabemos que existem dificuldades orçamentaria, mas essa questão tem que ser olhada com bastante carinho. Sou membro da Comissão do Orçamento e estou à disposição para ajudar a colocar mais recursos para o setor da Habitação Popular”, sublinhou Hildo Rocha.

Resultados alcançados no setor habitacional

O deputado fez referência ao desempenho do Secretário do Ministério do Desenvolvimento Regional, no setor da habitação. “A equipe do Ministro Rogério Marinho tem alcançado excelentes resultados no setor habitacional. Graças à dedicação, ao esforço e inteligência do Dr. Alfredo, Secretário Nacional da Habitação, 392 mil unidades habitacionais já foram entregues pelo governo do Presidente Bolsonaro”, destacou Hildo Rocha.

Trabalho reconhecido

O Ministro destacou o papel exercido pelo deputado Hildo Rocha, parlamentar que alocou recursos orçamentários e financeiros para viabilizar a construção das casas. O investimento do governo federal no Residencial Milton Amorim, que vai beneficiar cerca de 6 mil pessoas, foi de R$ 79,2 milhões.



“Uma obra como essa é feita por muitas mãos. Aqui está o nosso agente operador, o Banco do Brasil; aqui estão membros importantes da bancada federal do Maranhão que nos ajudaram aportando recursos financeiros para viabilizar a conclusão e entrega desse conjunto habitacional a exemplo do deputado Hildo Rocha que inclusive preside atualmente a Frente Parlamentar de Apoio à Habitação Popular”, declarou o Ministro.

A Frente Parlamentar de Apoio à Habitação Popular, colegiado que é presidido pelo deputado Hildo Rocha, foi criada com a finalidade de ajudar a destravar questões burocráticas e encontrar soluções para que o governo federal possa construir casas populares.

Serviços prestados ao Brasil e ao Maranhão

O Ministro enfatizou que o deputado maranhense tem contribuído para a superação de dificuldades que emperram a conclusão de obras habitacionais no Brasil.

“Esse é um momento de muitas dificuldades, mas, sobretudo, de superação de desafios que são colocados todos os dias. Temos contado com a força, com a combatividade, com a sensibilidade de parlamentares experientes, como o deputado Hildo Rocha, que tem relevantes serviços prestados ao Maranhão e ao Brasil”,

Sonhos realizados

Rogério Marinho lembrou que início de 2020, quando ele assumiu o Ministério do Desenvolvimento Regional, existiam 370 mil unidades habitacionais espalhadas por todo o Brasil, que tinham começado em diferentes etapas cronológicas e estavam paralisadas.


“Essa situação causava perplexidade, inquietação e insatisfeita porque o sonho da casa própria estava ficando cada vez mais distante. Entretanto, agora o sonho está sendo concretizado. Não por acaso, mas, porque nós não arredaremos um milímetro a favor e em defesa de que os recursos públicos sejam direcionados para quem mais precisa, que é a população mais fragilizada do ponto de vista econômico”, defendeu”, afiançou o Ministro.


Prefeitos Zé Martinho (Cantanehde) e Rodrigues da Iara (Nina Rodrigues) com o Ministro Rogério Marinho e o deputado federal Hildo Rocha.

Além do Ministro e do deputado Hildo Rocha, também participaram da solenidade: o secretário nacional de Habitação do MDR, Alfredo dos Santos, o senador Roberto Rocha, o deputado Marreca Filho, o prefeito Benedito Coroba, o vice-prefeito Maurício Nascimento; o Presidente da Câmara Municipal Cleomar Rodrigues, o deputado estadual Wendel Lages, o vereador Emerson, a Primeira-Dama e Secretária de Assistência Social Teresa Landi; os prefeitos Zé Martinho (Cantanhede) e Rodrigues da Iara (Nina Rodrigues) e os empresários Benedito Mendes e Zé Ceará, entre outras personalidades.


O presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde, deputado Hildo Rocha, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga e representantes dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias se reuniram com a finalidade de discutir acerca da PEC 22/11, cursos de qualificação e outros temas de interesse da categoria. O deputado Valtenir Pereira (MDB/MT), autor da PEC 22, que trata sobre o piso salarial nacional dos ACS e ACE, também participou do encontro.


De acordo com o deputado Hildo Rocha a reunião foi produtiva e animadora. “O Ministro demonstrou o carinho e apreço que tem pelos Agentes de Saúde e Agentes de Combate às Endemias. Marcelo Queiroga reconhece a importância da categoria, no que se refere aos serviços que esses profissionais prestam no setor da atenção primária à Saúde. Ele se sensibilizou com o pedido da Conacs de início imediato dos cursos técnicos voltados aos ACS e ACE. Ele se comprometeu em dar início aos cursos que serão realizados pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul ainda este ano”, destacou Hildo Rocha.


A presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, Ilda Angélica também fez uma avaliação positiva. “Fomos recebidos com muito carinho e tivemos a oportunidade de pedir o apoio, o engajamento do Ministro, na nossa luta em defesa da PEC 22, cursos e outras demandas da nossa categoria. O Ministro se sensibilizou com todos os temas discutidos e nos deu a esperança de que em breve possamos estar em sala de aula participando de cursos, atualizando e ampliando os nossos conhecimentos. Também discutimos acerca da PEC 22 que trata sobre o piso salarial da categoria. Portanto, a nossa reunião que foi mediada pelos deputados Hildo Rocha e Valtenir Pereira foi produtiva. Aos poucos a nossa luta vai se fortalecendo e conquistando apoios importantes. Mais uma vez, a gente agradece ao deputado Hildo Rocha que tem sido um grande apoiador das pautas defendidas por nossa categoria”, enfatizou a sindicalista.

Pautas dos municípios maranhenses


Na oportunidade, o deputado Hildo Rocha também tratou sobre assuntos de interesses de municípios maranhenses. “Falei com o Ministro acerca da liberação de recursos pleiteados pela Maura Jorge, prefeita de Lago da Pedra, para comprar equipamentos para o SAMU; mamógrafo para o município de Açailândia; ambulâncias para os municípios de Santa Quitéria, Esperantinópolis, São Bernardo, Cantanhede, Coelho Neto, Duque Bacelar, Barra do Corda, Fernando Falcão, Itapecuru Mirim e Lago dos Rodrigues entre outros; liberação de recursos para cirurgias eletivas em diversos municípios do Maranhão e cobrei a liberação da emenda de bancada, do ano passado, que prevê a destinação de recursos para aquisição de equipamentos hospitalares”, ressaltou Hildo Rocha.


O deputado federal Hildo Rocha (MDB/MA) afirmou, durante debate no programa Expressão Nacional da TV Câmara, que a substituição do Programa Bolsa Família, pelo Auxílio Brasil é uma boa iniciativa. A proposta tem como alvo três núcleos básicos: primeira infância, composição familiar e superação de extrema pobreza. Entretanto, o parlamentar destacou que a proposta necessita ser aprimorada.

O programa, que entra em vigor em 90 dias, estabelece compensação aos atuais beneficiários do Bolsa Família que tiverem redução de valores e prevê nove tipos de ações de transferência de renda por meio de benefícios financeiros a famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. Os critérios que definem as duas situações ainda serão definidos pelo Poder Executivo.

“Eu vejo que é um avanço, até porque a pretensão do governo federal é incluir mais famílias e aumentar o valor do benefício, nesse novo programa de transferência de renda, e melhorar a qualidade de vida da população. Mas, evidentemente, a iniciativa necessita de aperfeiçoamento”, destacou o parlamentar.

Tecnologia para pequenos produtores rurais

O texto recebeu 461 propostas de emendas. Desse total, 18 são de autoria do deputado Hildo Rocha. Entre as recomendações do parlamentar maranhense constam a oferta de tecnologia, para melhorar a produção e, consequentemente, a renda de pequenos produtores rurais e a participação dos municípios e dos estados em todas as fases do programa Auxílio Brasil.

“Eu entendo que a proposta pode evoluir no sentido de proporcionar tecnologia para que a renda dos pequenos produtores, de fato, aumente e eles se tornem, de vez, independentes de transferência direta de renda do governo. Acredito que a tecnologia, somada a esse benefício, vai melhorar bastante a vida de milhares de famílias.

Participação dos municípios

Outra questão defendida por Hildo Rocha foi a inclusão dos municípios na elaboração e na execução do Programa. O parlamentar argumentou que a preparação da medida provisória sem antes haver uma conversa com os municípios e com os Estados foi um erro.

“Nesse momento em que estamos vendo o aumento da extrema pobreza, em razão da pandemia, que agravou a situação social é indispensável a participação dos estados e municípios na definição das políticas públicas. Hoje temos 39 milhões de brasileiros vivendo em situação de extrema pobreza, ou seja, com renda inferior a R$ 89 reais mensalmente. Por esse motivo, apresentei emendas para melhorar o texto original, entre as quais a que garante a participação efetiva dos municípios porque a Medida Provisória não define com clareza de que forma será a participação de todos os entes federativos” argumentou Hildo Rocha.

Expressão Nacional

Expressão Nacional, é um programa de debates, da TV Câmara, sobre grandes temas da agenda nacional, com deputados e representantes do Governo e da sociedade civil.


Além do Deputado Hildo Rocha (MDB-MA); participaram do debate a Deputada Rejane Dias (PT-PI); Letícia Bartholo, socióloga, ex-secretária Nacional Adjunta de Renda de Cidadania; Caroline Paranayba, diretora de Benefícios da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc) do Ministério da Cidadania e secretária nacional substituta. O programa foi ancorado pela jornalista Maristela Sant’Ana.


O deputado federal Hildo Rocha repercutiu, mais uma vez, na tribuna da Câmara, um caso clássico de omissão e lentidão da justiça brasileira. O episódio denunciado pelo parlamentar é referente a uma demanda judicial que tem como objeto o concurso público realizado pela Prefeitura de Amarante do Maranhão, em 2014, quando mais de 300 pessoas foram aprovadas e, dois anos depois (em 2016), foram empossadas.

Entretanto, em 2017, logo no início do mandato, a ex-prefeita Joice Marinho, judicializou o concurso e nunca lotou os aprovados. Os concursados tiveram sentença favorável, concedida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão.

O caso foi levado para o Supremo Tribunal Federal (STF). A instância máxima da justiça brasileira confirmou a decisão do Tribunal de Justiça do Maranhão. Entretanto, misteriosamente, até hoje os concursados aguardam o cumprimento da decisão do STF.

Comportamento errático

No pronunciamento, o deputado Hildo Rocha destacou que, recentemente, os vereadores Tulio Sousa, Gilson dos Santos Conceição (Gilson ACS), Antonio Dantas e Netinho, procuraram o promotor João Cláudio de Barros para uma reunião que teria como objetivo discutir este e outros assuntos de interesse da população amarantina.

“Entretanto, o promotor indeferiu o pedido de reunião, por escrito, dizendo que o concurso público da Prefeitura não poderia ser exigido pelos Vereadores porque a própria Câmara Municipal ainda não tinha feito concurso público. Isso não é motivo, não é desculpa para não receber os Vereadores. Inclusive, colegas desse promotor acharam o comportamento estranho, um absurdo”, destacou Hildo Rocha.

O parlamentar enfatizou que o Ministério Público do Maranhão é composto por excelentes promotores e procuradores de Justiça. Contudo, ressalvou que o comportamento do promotor João Cláudio de Barros, que está atuando na cidade Amarante do Maranhão é um exemplo de conduta fora do padrão.

“Toda instituição, tem pessoas fora do padrão. Lamentavelmente, o comportamento do promotor João Cláudio de Barros, é um exemplo de comportamento não condizente com o que se espera do Ministério Público do Maranhão, não é um procedimento correto”, sublinhou Hildo Rocha.

Omissão da justiça causa prejuízos ao município

De acordo com Hildo Rocha, João Cláudio de Barros está exercendo atividades no município de Amarante na condição de substituto, porque o Município não tem promotor. Barros é titular da promotoria na cidade de Senador La Rocque. Hildo Rocha destacou que em razão da omissão da Justiça, os vereadores tentaram dialogar com o promotor, mas tiveram o pedido negado.

“Quando estive em Amarante, recebi várias denúncias de que o município está deixando de chamar os concursados e colocando pessoas contratadas. É um verdadeiro absurdo, e o promotor está concordando com isso! O juiz da Comarca de Amarante ainda não tomou decisão sobre o caso. Então, eu peço aqui, de público, que o juiz de Amarante decida com relação a esse processo do concurso. As pessoas não aguentam mais esperar. Já perderam vários anos da sua vida aguardando apenas uma decisão da justiça maranhense”, ressaltou Hildo Rocha.

Lentidão inexplicável

Não é a primeira vez que Hildo Rocha se pronuncia acerca desse emblemático caso de lentidão da justiça maranhense. No primeiro dia de atividades parlamentares após o recesso de janeiro de 2020, Hildo Rocha repercutiu o assunto em pronunciamento na tribuna da Câmara. Veja aqui

Agora, novamente o parlamentar traz à luz essa questão que, apesar da sentença proferida pelo STF, misteriosamente está mofando nas gavetas dos tribunais há sete anos.


O deputado federal Hildo Rocha foi homenageado com o título de cidadão bernardense. Marcus Filipe, autor da proposição, argumentou que a honraria é um reconhecimento ao parlamentar em razão dos relevantes serviços prestados ao município de São Bernardo. Na ocasião, a Câmara de vereadores também concedeu título de cidadania ao deputado estadual César Pires.


“A população de São Bernardo reconhece o trabalho desses dois parlamentares que tem relevantes serviços prestados ao nosso município. Por meio de emendas, Hildo Rocha e César Pires, tem colaborado muito para o desenvolvimento do nosso município, com a construção de estradas, implantação de sistemas de abastecimento de água, pavimentação de ruas e avenidas, equipamentos agrícolas para trabalhadores rurais e tantas outras ações relevantes. Portanto, a entrega de títulos de cidadão bernardense a esses dois deputados é justa e merecida”, destacou Marcus Filipe.

Benefícios relevantes

O vereador João Mãozinha, presidente da Câmara municipal de São Bernardo, ressaltou que as homenagens são mais do que merecidas. “Hildo Rocha e César Pires são dois parlamentares diferenciados, são dedicados, estão sempre presentes aqui no município, são trabalhadores e eficientes. Os benefícios resultantes dessa parceria e da união com o prefeito João Igor podem ser constatados em diversos setores, na saúde e na infraestrutura. Portanto, é motivo de satisfação poder participar dessa homenagem significativa que tanto honra a nossa população”, enfatizou João Mãozinha.

Resultados positivos

O prefeito João Igor também destacou os resultados alcançados em decorrência da eficácia do trabalho realizado em parceria com os deputados Hildo Rocha e César Pires. O gestor enfatizou que a parceria institucional existente entre o governo municipal de São Bernardo com os deputados Hildo Rocha e César Pires tem gerado bons resultados.


"Desde o seu primeiro mandato, o deputado Hildo Rocha tem destinado emendas para a realização de obras e serviços de competência da prefeitura. O deputado estadual César Pires não é diferente. A luta, o trabalho que eles realizam também é determinante para que possamos melhorar a qualidade de vida dos bernardenses. Então, em reconhecimento ao trabalho, ao empenho, ao carinho especial que eles têm ao povo bernardense e aos resultados positivos resultantes desse trabalho feito em parceria, confiança e união os vereadores, por unanimidade, decidiram prestar essa homenagem, concedendo-lhes títulos de cidadãos bernardenses”, argumentou o prefeito.

Honra e responsabilidade


O deputado Hildo Rocha disse que é duplamente grato ao povo de São Bernardo. “Em primeiro lugar, sou grato por ter obtido grande votação aqui em São Bernardo nas duas eleições para deputado federal em que fui vitorioso. Agora, mais uma vez, recebo uma grande manifestação de carinho que muito me honra e proporciona felicidade. Mesmo antes de ter sido escolhido para representar São Bernardo no Congresso Nacional eu já tinha compromisso com o povo deste município. Agora, esse compromisso ficou maior, e a responsabilidade também foi aumentada. Assim sendo, agradeço aos vereadores que me concederam esse honroso título e reafirmo o meu propósito de continuar trabalhando em parceria com o prefeito João Igor a fim de honrar esse título”, declarou Hildo Rocha.

Lastro para o reconhecimento

O deputado estadual César Pires disse que o eficiente trabalho realizado pelo prefeito João Igor é o fator que proporcionou o lastro que permitiu ao povo reconhecer a atuação dos deputados que ajudam o governo do prefeito João Igor a alcançar benefícios que melhoram as condições de vida da população.


"A aprovação, por unanimidade, da propositura formulada pelo vereador Marcus Filipe, é motivo de satisfação e de gratidão. O eficiente trabalho realizado pelo prefeito João Igor proporcionou o lastro que permitiu que aos vereadores, a concessão dessa homenagem a mim e ao deputado Hildo Rocha. Portanto, a todos que construíram esse cenário favorável, a minha gratidão e o eterno respeito pelo título que saberei honrar” afirmou César Pires.

 


O deputado federal Hildo Rocha fez a entrega simbólica de dois cheques padrões que representam a destinação de recursos financeiros de emendas de sua autoria para a prefeitura de Cantanhede investir nos setores da segurança, da saúde e do esporte. Os repasses serão creditados direto na conta da prefeitura, por meio de transferência especial do Tesouro Federal. Foram destinados R$ 400 mil para compra de viatura para a Guarda Municipal e reforma emergencial do ginásio poliesportivo Roseana Sarney e R$ 825.599,00 para melhorias no setor da saúde.

De acordo com o parlamentar, os recursos que o governo federal repassa mensalmente para o custeio dos serviços de saúde pública ofertados pelos municípios são insuficientes para pagar todos os médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, comprar remédios e materiais utilizados nas unidades de saúde, combustível para ambulâncias e transporte de equipes do PSF, entre outras despesas.


"Diante dessa realidade, tenho me esforçado a fim de assegurar recursos financeiros para os municípios maranhenses. Desta vez, tive a felicidade de conseguir recursos que irão possibilitar ao prefeito Zé Martinho investir na melhoria da saúde pública ofertada pela prefeitura de Cantanhede”, destacou Hildo Rocha.

Segurança e esporte


O deputado ressaltou que o setor da segurança pública também requer atenção por parte dos governos municipais. “Os membros da guarda municipal demandaram a compra de um veículo para ser utilizado nos serviços da corporação. Essa demanda foi atendida, os recursos estão assegurados por meio de emenda parlamentar de minha autoria.  Outra situação que também está contemplada, graças às emendas que repassei para a prefeitura, é a reforma do Ginásio Roseana Sarney, completa”, explicou Hildo Rocha.

Ajuda chegou em boa hora

O prefeito Zé Martinho enfatizou que os recursos chegaram em boa hora. “Agora, com a chegada dos recursos que o deputado Hildo Rocha destinou para a prefeitura, teremos condições de cuidar melhor das pessoas que necessitam de atendimentos no setor da saúde, especialmente das que moram em povoados mais distantes. Então, em nome de toda a população de Cantanhede, agradeço ao deputado Hildo Rocha por mais essa ação, por esses benefícios que chegaram em boa hora”, declarou Zé Martinho.


O deputado federal Hildo Rocha participou da inauguração de uma creche construída pelo prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Bomfim. A obra foi totalmente financiada com recursos próprios do município. Hildo Rocha destacou que o prédio tem arquitetura moderna e apropriada para proporcionar boas condições de trabalho para os profissionais da educação do ensino infantil.


"A população de São Pedro dos Crentes está de parabéns por essa obra bonita, bem-feita, diferente, projetada para proporcionar boas condições de trabalho para os professores, ambiente adequado para o bom aprendizado das crianças. Com fé em Deus, as crianças que irão estudar nesta creche vão sair daqui felizes e com bom rendimento, com excelente aprendizado”, comentou Hildo Rocha.

Melhor IDEB da região

O prefeito Lahesio Bomfim destacou que a obra é mais uma realização que servirá para a consolidação dos avanços do governo municipal no setor da educação.


"São Pedro dos Crentes tem o melhor Ideb do Sul do Maranhão. Fico feliz por termos alcançado mais uma conquista relevante no setor da educação. Deputado Hildo Rocha, você sabe o quanto é difícil construir escolas apenas com recursos próprios da prefeitura. Mas, Deus me deu oportunidade para economizar e construir mais uma excelente escola para a nossa comunidade”, enfatizou o prefeito.

Prefeito inovador


O vereador Asaf Pereira destacou que Lahesio Bomfim é um gestor inovador. “Eu sempre tenho dito isso, uma prova é que em razão do seu desempenho, hoje, São Pedro dos Crentes é uma cidade com uma grande visibilidade. Quanto ao deputado Hildo Rocha, apesar de não ter sido votado aqui, ele é um parceiro da gestão do prefeito Lahesio. Hildo Rocha é um deputado municipalista que olhou para as nossas necessidades e abraçou a nossa gestão”, explicou Asaf.


Em pronunciamento na tribuna da Câmara, na tarde de ontem (19/08), o deputado federal Hildo Rocha denunciou o Sindicato dos Professores do Maranhão (Sinproesemma) por criação e disseminação de notícias falsas (fake news), referentes ao Projeto de Lei 3.376/2008. De acordo com Hildo Rocha, o sindicato omite a verdade, distorce os fatos, cria e espalha informações falsas.

O Projeto de Lei 3.376/2008, estabelece que o critério de reajuste do piso salarial dos professores seja feito pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), a proposta não fala em congelamento.


"O sindicato diz que o projeto é do Presidente Bolsonaro. É mentira! O projeto foi apresentado em 2008, pelo ex-presidente Lula. O projeto não fala de congelamento, diz apenas que o reajuste dos salários dos professores deve ser feito pelo INPC, Índice Nacional de Preço ao Consumidor, índice do IBGE adotado pelo Governo Federal para tratar sobre variação da cesta básica, variação de salário e variação do poder de compra dos trabalhadores. Portanto, é um absurdo dizer que estamos a favor de congelamento de salários, é mentira do Sindicato. Nós não votamos o mérito do projeto, nós votamos apenas o recurso, que foi solicitado por uma ex-deputada do PT”, explicou Hildo Rocha.

Tramitação

O deputado Hildo Rocha destacou que o Projeto de Lei 3.376/2008 foi enviado para a Câmara em 2008. O parlamentar lembrou que após aprovação na Câmara, o projeto seguiu para o Senado. No senado, o PL recebeu três emendas e um substitutivo. Após apreciação no senado a proposta voltou para a Câmara, que decidiu, através da Comissão de Finanças e Tributação, que o substitutivo apresentado pelo Senado era impróprio, inadequado.

“Quem disse que o projeto era impróprio, inadequado foi um Deputado do próprio PT, na Comissão de Finanças e Tributação. Na votação do recurso, eu entendi que o projeto deveria ir direto para o Presidente da República sancionar, ressaltando que o projeto foi apresentado pelo então Presidente Lula. Essa é a verdade que o Sinproesemma omite e distorce com a finalidade de fingir que defende os professores”, enfatizou Hildo Rocha.

Sindicato dominado pelo governo comunista

O deputado fez críticas a acusações contendentes contra diretores do Sinproesemma. De acordo com o parlamentar, a entidade não defende os professores do Maranhão. “O Sinproesemma não defende a categoria, nunca lutou pelo cumprimento da lei de reajuste dos salários dos professores, essa lei não é cumprida pelo Governo do Maranhão. Por várias vezes, aqui nesta tribuna, eu denunciei isso e o Sinproesemma ficou calado porque boa parte da diretoria desse sindicato é formada por pessoas que estão na folha de comissionados do Governo do Maranhão. Quem manda no Sinproesemma é o governo do Sr. Flávio Dino”, assinalou Hildo Rocha.

“Mesadinha” e falta de vergonha


Segundo Hildo Rocha, o principal dirigente do Sinproesemma recebe mesadinha, paga pelo Governador Flávio Dino. “Nós sabemos que ele é useiro e vezeiro em receber mesadas do Governo do Maranhão. Esse dirigente do Sinproesemma devia criar vergonha, porque ele não defende os professores, ele fica criando mentiras para fingir que está a favor da categoria. Por isso, criou mentiras acerca do Projeto Lei 3.376/2008. Nós não votamos o mérito, votou-se apenas um recurso para decidir se a matéria deveria vir para o plenário ou se iria direto para ser sancionada pelo Presidente da República”, elucidou Hildo Rocha.


O deputado federal Hildo Rocha (MDB/MA) votou e trabalhou contra a aprovação da proposta que permite a volta das coligações partidárias em eleições proporcionais, para deputados federais, estaduais e vereadores, modelo que foi abolido pela Congresso Nacional através da Emenda Constitucional 97, de 2017.

A PEC da reforma eleitoral (Proposta de Emenda à Constituição 125/11), que prevê a volta da coligação partidária nas eleições proporcionais (deputados e vereadores) a partir de 2022, entre outros pontos, foi aprovada em segundo turno e será enviada ao Senado. Para que a regra entre em vigor, a PEC precisa virar emenda constitucional antes do começo de outubro (um ano antes do pleito).


"Sou contra a volta dessa aberração na política brasileira. Há 4 anos, este Parlamento acabou com as coligações. Agora, tem deputados que querem mudar a regra. Isso não é correto, gera insegurança jurídica, transforma o nosso sistema eleitoral numa insegurança permanente, porque a cada eleição tem-se uma legislação diferente. Nós temos que fortalecer a nossa democracia”, argumentou Hildo Rocha”, argumentou Hildo Rocha.

Deformidade do sistema eleitoral

De acordo com Hildo Rocha, o sistema de coligações distorce o voto do eleitor. “Ao fazer a coligação, juntar alhos e bugalhos, o eleitor corre o risco de cometer equívocos na hora de escolher o seu representante porque ele vota para A e acaba elegendo Z. E Z representa outra forma de pensamento diferente do que o eleitor deseja que seja defendido no parlamento. Isso não é correto”, sublinhou.

Covardia

Hildo Rocha destacou que a tentativa de reintroduzir o sistema de coligações traz à luz uma demonstração de covardia dos que defendem a volta dessa regra. “Os deputados estão demonstrando fraqueza, estão dizendo que Vereadores são mais competentes, estão dizendo que os vereadores podem competir sem coligações, mas, para se reelegerem, parte dos deputados querem a volta dessa regra. Entretanto, ao defenderem a volta das coligações, correm o risco de fracassar nas urnas, porque o povo está acordado, o povo está atento. O povo brasileiro é contra esse tipo de maracutaia”, enfatizou.

Donos de partidos


Segundo o parlamentar, o que acontece é que muitos deputados querem ser donos de um partido nos seus Estados, mas, não conseguem agregar candidatos ao seu partido.

“Se eles não conseguem agregar candidatos ao seu partido, é porque seu partido não presta. Se o partido que ele está filiado não presta, eles têm que ir para outro partido. Essa é a realidade. Mas o povo brasileiro está atento a esse tipo de manobra casuística”, argumentou Hildo Rocha.

Vamos ficar em forma?

Vamos ficar em forma?
Rua do Comércio - Centro, por trás do Armazém Paraíba

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana