MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CRIMES

Videos

Foragido a 5 anos, acusado de estuprar e matar mulher em Santa Quitéria/MA é preso em Minas Gerais

Antenor Ferreira 
Imagem reprodução 
A Polícia Civil prendeu na última sexta-feira (16), em Juiz de Fora - Minas Gerais Elenilson Silva Almeida, 33 anos, acusado de estuprar, estrangular e esfaquear uma mulher em dezembro de 2014, no município de Santa Quitéria/MA, a 348 Km de São Luís. 

Elenilson estava foragido a quase 5 anos, tendo passado antes por locais como Teresópolis, no Rio de Janeiro, e Sobral, no Ceará, segundo o delegado Rafael Gomes, que determinou sua prisão. 

Em Juiz de Fora, ele trabalhava como barman em um estabelecimento no Bairro Alto dos Passos, e com carteira assinada há 8 meses, o que causou estranheza da polícia, tendo em vista que ele era um procurado da justiça. 

A prisão do suspeito só foi possível com a colaboração da Polícia Civil do Maranhão, que entrou em contato informando da possibilidade do homem estar escondido na cidade. Ele  foi detido em casa, no Bairro Santa Luzia, onde morava com a mulher e um filho de 4 anos.

No momento de sua prisão ele estava de malas prontas, possivelmente já buscando um novo destino para se esconder. 

O CASO 

O crime ocorreu no dia 5 de dezembro de 2014 em Santa Quitéria. A vítima foi encontrada morta em um local afastado, próximo a um matagal, com várias facadas e com corte no pescoço. No local, também foram encontrados uma faca e um relógio.

Após a perícia e a confirmação através do depoimento do suspeito, foi constatado que a mulher foi estuprada, estrangulada e ainda esfaqueada 22 vezes.

De acordo com a Polícia Civil, os dois mantinham uma relação de amizade e costumavam se encontrar para fazer uso de drogas. O último encontro havia ocorrido na noite anterior, em 4 de dezembro, em um motel.

Imagens de câmeras de vigilância do motel e depoimento de funcionários confirmaram para os investigadores a presença do casal no local. As gravações mostraram que o relógio encontrado no local do crime era o mesmo que o suspeito utilizava naquela noite, informação também confirmada por uma testemunha.

SUSPEITA DE AIDS

A Polícia Civil do Maranhão acredita que o crime foi premeditado. Elenilson teria tirado a vida da jovem após saber que ela seria portadora de HIV, o vírus da AIDS. Mas no vídeo abaixo ele nega essa versão e diz que o crime foi motivado por conta do furto de uma quantia em dinheiro. Veja: 

Siga o blog no FacebookInstagram e Twitter 

Antenor Ferreira

Jornalista chapadinhense, 33 anos, apresentador de rádio e TV, e redator dessa página. Obrigado por sua visita! Siga-nos no insta: @antenor.oficial

Nenhum comentário:

Participe! Deixe seu comentário

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ouça a rádio voz de arari!

Arquivo da página