MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CRIMES

Videos

Sumiço de bebê em Belágua completa 60 dias e autoridades não conseguiram responder para onde foi o pequeno Jhonatan Alves dos Santos

Antenor Ferreira 
O Maranhão se pergunta onde está o pequeno Jhonatan 
Há exatos 60 dias essa página era a primeira a noticiar o desaparecimento do pequeno Jhonatan Alves dos Santos, bebê que a época tinha menos de 2 meses de vida, e que desapareceu da casa dos pais, no município de Belágua/MA. (Clique AQUI e tenha acesso a nosso link de pesquisa, com dezenas de publicações sobre o caso

De lá para cá, foram incontáveis publicações do blog, que junto com pessoas de todo o Maranhão e do país, afinal o caso ganhou notoriedade nacional, torcia pelo fim desse mistério, na esperança que o pequeno Jhonatan fosse encontrado com vida. 

A novela foi a cada instante revelando novos e surpreendentes capítulos. Mas, o final que todo aguardavam não apareceu. 

Jhonatan Alves dos Santos, que hoje deve está prestes a completar seus primeiros 4 meses de vida, como num filme de ficção científica desapareceu do mapa. A polícia até o momento não deu respostas quanto seu sumiço. 

Rapto, sequestro, assassinato, todas essas linhas investigadas e descartadas. Mas nenhuma definitiva resposta. 

No último dia 05 publiquei as últimas informações do caso. Naquele momento fomos informados que novos depoimentos estavam sendo colhidos na Delegacia de Polícia Civil de Urbano Santos. Foram ouvidos o pai - Tadeu do Nascimento dos Santos, a tia - Marilene Nascimento dos Santos, e o avô paterno - Raimundo Alves dos Santos, apontados no decorrer das investigações, pela mãe da criança desaparecida, Eudilene dos Santos, como responsáveis pelo sumiço do menor. (Reveja)  

Apesar das tentativas de contato com o delegado regional de Chapadinha, Jaqueson Ferreira, responsável pelo caso, bem como com um dos investigadores da Delegacia de Urbano Santos, tentativas feitas ainda hoje, inclusive, não mais tive informações sobre esse intrigante mistério, que infelizmente parece que caiu no esquecimento. 

Como cidadão de bem, um pai que tomou as dores de muitos que até agora não se conformam com esse desaparecimento, uso esta publicação, que confesso, não desejava  escrever, para dar um último grito de cobrança as autoridades, especialmente ao secretário de segurança pública do Maranhão, Jefferson Portela, meu conterrâneo (filho de Chapadinha), para que dê uma resposta a sociedade maranhense, que não aguenta mais esse silêncio, que se nega a aceitar que Jhonatan Alves dos Santos seja mais um a compor o quadro de pessoas que desaparecem e jamais são encontradas. 

Que haja uma resposta! Que haja justiça! 

Siga o blog no FacebookInstagram e Twitter 

Antenor Ferreira

Jornalista chapadinhense, 33 anos, apresentador de rádio e TV, e redator dessa página. Obrigado por sua visita! Siga-nos no insta: @antenor.oficial

Nenhum comentário:

Participe! Deixe seu comentário

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ouça a rádio voz de arari!

Arquivo da página