MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CORONAVÍRUS

Videos

Arquivo da página

Mais de 08 mil cestas básicas foram entregues para famílias em vulnerabilidade e baixa renda nos povoados e na sede do município. Informações e fotos: Urbano Santos em Foco. 

Estas ações promovidas pela Prefeitura de Urbano Santos visam amenizar os impactos da crise social agravada pela pandemia do Covid-19 entre os mais vulneráveis e baixa renda.


O gesto de solidariedade do prefeito Clemilton Barros garante uma farta semana santa das famílias que receberam em suas casas cestas com produtos de qualidade. A entrega foi realizada de casa em casa para evitar aglomeração, como estratégia de combate à Covid-19 e em respeito às normas de isolamento


Enquanto os secretários, conselho de gestão e coordenadores faziam as entregas das cestas básicas, o prefeito Clemilton Barros visitou os povoados povoados Mato Grande, Araras, Jacú e Serraria para ouvir os anseios dos moradores, destacando que o mandato que lhe foi outorgado está "A Serviço do Povo".

Durante as visitas do prefeito com os moradores de casa em casa ocorreu sob um clima de total descontração e alegria.


A presença do prefeito Clemilton Barros nos povoados reforça que o governo municipal está atento as necessidades de todos os Urbanosantenses, sobretudo os que residem nos lugares mais longínquos da sede do município.

Blog do Alpanir Mesquita


O delegado de polícia civil Diogo Antônio Cabral Melo, de 40 anos, titular da delegacia de Cantanhede, morreu nesta terça-feira (30) em decorrência do novo coronavírus. O delegado era natural de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, e desde 2014 exercia a função no Maranhão.

O delegado geral da polícia civil do Maranhão André Gossain emitiu nota de pesar em razão do falecimento do colega. Veja abaixo:

A Polícia Civil do Estado do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento do Delegado de Polícia Civil, Diogo Antônio Cabral Melo, 40 anos, falecido em 30.03.2021, lotado na Delegacia de Cantanhede. Natural de Belo Horizonte, Diogo era delegado no estado do Maranhão desde 13.01.2014, e faleceu em razão da Covid-19.

A Polícia Judiciária se solidariza com seus familiares, amigos e colegas, neste momento de dor e consternação.

André Gossain
Delegado Geral

INVESTIGADOR

Também faleceu hoje o investigador da polícia civil Wladimir Fontenele Sá Barreto, de 44 anos, lotado na delegacia de São Francisco do Maranhão. A morte também se deu em razão da Covid-19. Veja a nota do delegado geral André Gossain:

A Polícia Civil do Estado do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento do Investigador de Polícia Civil, Wladimir Fontenele Sá Barreto, 44 anos, falecido em 30.03.2021, lotado na Delegacia de São Francisco do Maranhão. Wladimir estava internado desde 14 de março, na cidade de Teresina/PI, em razão da Covid-19.

Neste momento de dor e consternação, a Polícia Judiciária se solidariza com seus familiares, amigos e colegas.

André Gossain
Delegado Geral


A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle aprovou requerimento do deputado Hildo Rocha no qual o parlamentar solicita ao diretor-presidente da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) informações a respeito de vazamentos de dados que coloca em risco mais de 200 milhões de brasileiros.

Maior vazamento de dados da história


Hildo Rocha destacou que esse foi o maior vazamento de dados da história do Brasil. “Mais de 200 milhões de pessoas podem ser prejudicadas. No requerimento, solicitei a relação dos dados vazados; a origem do vazamento; a confirmação se houve comercialização ilegal de dados, na Deep Web, e quais as providencias que estão sendo tomadas para impedir prejuízos e a repetição de fraudes como essa”, explicou Hildo Rocha.

Carência de informações oficiais

O parlamentar enfatizou que até o momento o que se sabe acerca dessa questão são informações publicadas por meio de jornais, rádios e emissoras de TV. “Nós queremos informações oficiais, fidedignas, para que possamos verificar se é necessário tomarmos outras providências no âmbito da Comissão de Fiscalização”, argumentou.

O que é a Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais (ANPD)

A ANPD é o órgão da administração pública federal responsável por zelar pela proteção de dados pessoais e por implementar e fiscalizar o cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil. A missão institucional da ANPD é assegurar a mais ampla e correta observância da LGPD no Brasil e garantir a privacidade dos dados pessoas.

A Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD (Lei n. 13.709, de 2018) dispõe sobre o tratamento de dados pessoais das pessoas naturais, definindo as hipóteses em que tais dados podem legitimamente ser utilizados por terceiros e estabelecendo mecanismos para proteger os titulares dos dados contra usos inadequados.

Veja vídeo:


Criminosos furtaram na última segunda-feira (22) 5.554 folhas de papel de segurança que pertenciam ao cartório do município de Vitória do Mearim, a 178 km de São Luís.


Segundo a polícia, os criminosos entraram no local após fazerem um buraco na parede voltado para um terreno baldio, por onde entraram. No cartório, eles mexeram nos armários e levaram os documentos.

Ainda de acordo com a polícia, os ladrões levaram um notebook, uma câmera de segurança, uma cafeteira e um carimbo do cartório.

Alerta de Fraude

Após o furto, o corregedor-geral da Justiça, desembargador Paulo Velten, determinou a imediata publicidade da ocorrência, e dos números sequenciais dos documentos, no portal do Poder Judiciário e divulgação aos meios de comunicação, para alertar as demais serventias extrajudiciais em todo o país, a fim de evitar fraudes em documentos oficiais, a exemplo de cadastros em programas de distribuição de renda como o auxílio emergencial.

Do G1 MA


Nesta segunda-feira (29), o Maranhão bateu o recorde de mortes registradas em um único dia pela Covid-19. Foram 42 óbitos, o que nunca havia sido registrado desde a primeira morte pela doença, há exatamente 1 ano. As informações são do G1 MA


O número total de casos registrados também ultrapassou a marca de 240 mil nesta segunda-feira (29). Agora, o Maranhão contabiliza 240.146 casos e 5991 mortes pela Covid-19, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Dos novos casos registrados, 75 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 13 em Imperatriz e 105 nos demais municípios do estado.

Os casos ativos, ou seja, pessoas que estão atualmente em tratamento contra a Covid-19, chegaram a 14.957. Desses, 13.319 foram orientados a estar em isolamento domiciliar, 1.018 estão internados em enfermarias e 620 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Até o momento, 219.198 pacientes já se recuperaram da Covid-19. 

Detalhes das mortes

As 42 novas mortes provocadas pela Covid-19 foram registradas nas cidades de Bacabal (1), Carutapera (1), Codó (1), Cururupu (1), Estreito (1), Grajaú (1), Icatu (1), Igarapé Grande (1), Pio XII (1), Porto Rico do Maranhão (1), Santa Inês (2), Santa Rita (1), Senador La Roque (1), Sítio Novo (1), Riachão (1), Zé Doca (1), Açailândia (2), Santa Luzia (2), Timon (2), Paço do Lumiar (3), São José de Ribamar (3), São Luís (5) e Imperatriz (8).

Treze óbitos ocorreram nas últimas 24 horas. Os demais foram registrados em dias e/ou semanas anteriores, e aguardam resultado do exame laboratorial para Covid-19, segundo a SES.

Leia mais... 


O deputado federal Hildo Rocha atuou firme na defesa da aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLP) 266/20, do Senado, que permite a contratação de pessoal como exceção à proibição determinada pela Lei Complementar 173/20, para o preenchimento de cargos efetivos do quadro permanente para a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e também para seis universidades federais criadas nos últimos anos por desmembramento de outras já existentes. Aprovada por 436 votos a 30, a proposta será enviada à sanção presidencial.

O Projeto de Lei Complementar nº 266 altera a Lei Complementar nº 173, que adota medidas de contenção de gastos e outras medidas durante o período da pandemia. Para o ano de 2021, a Lei Complementar 173/20 proíbe a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios afetados pela pandemia de Covid-19 de contratarem pessoal, exceto se for para repor cargos de chefia, de direção e de assessoramento que não acarretem aumento de despesa. Estão proibidos ainda os concursos públicos e aumentos de salário.

“O art. 8º, da Lei Complementar 173/20, diz que até o mês de dezembro de 2021, a União estará proibida de fazer concurso público e fazer contratações. O projeto de lei complementar, originário do Senado, propõe que se excetue dessa proibição a EBSERH, Empresa que administra os hospitais universitários, para que ela possa fazer concurso e contratar pessoal”, destacou Hildo Rocha.

Hospitais Presidente Dutra e Materno Infantil

O parlamentar ressaltou que no Estado do Maranhão existem dois hospitais administrados pela EBSERH o Hospital Presidente Dutra e o Hospital Materno Infantil, que precisam contratar pessoal.

“No Hospital Presidente Dutra existem inúmeros leitos de UTI destinados a tratamento da COVID. Essa instituição também necessita de profissionais para atender a grande demanda do momento. Portanto, a aprovação dessa lei é uma necessidade urgente, inadiável para que os gestores dessas instituições possam contratar pessoal, por meio da EBSERH. Acredito que diante da grave crise sanitária e hospitalar, deveria ser permitido fazer contratações de forma emergencial”, argumentou Hildo Rocha.

Contribuição do Parlamento Nacional

De acordo com o parlamentar maranhense, em todos os Estados da Federação brasileira existem hospitais administrados pela EBSERH que, neste momento necessitam contratar médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas, entre outros profissionais indispensáveis no combate à pandemia.

“Portanto, a aprovação do Projeto de Lei Complementar nº 266, é mais uma contribuição do Congresso Nacional para o efetivo combate a essa devastadora epidemia que atormenta o povo brasileiro”, destacou Hildo Rocha.

Serviços hospitalares

A Ebserh é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Educação e presta serviços gratuitos de assistência médico-hospitalar, ambulatorial e de apoio diagnóstico e terapêutico aos hospitais das universidades federais.

Universidades

Além dessa empresa, o projeto permite a admissão de pessoal para preencher cargos de direção e função das universidades federais de Jataí (GO), de Catalão (GO), de Rondonópolis (MT), do Delta do Parnaíba (PI), do Agreste de Pernambuco (PE) e do Norte do Tocantins (TO).

Como a lei permite a contratação para preencher cargos de direção sem aumento de despesas, o projeto estabelece a exceção para cargos que vão aumentar as despesas nessas instituições.

Assista: 




Em visita ao município de Governador Edison Lobão, o deputado federal Hildo Rocha vistoriou as obras de asfaltamento de ruas no povoado Bananal, empreendimento viabilizado por meio de emenda parlamentar individual de sua autoria. O prefeito Professor Geraldo Braga, o vice-prefeito Flávio Soares e vereadores do município também participaram da vistoria.

Parceria para o fortalecimento da gestão municipal

O prefeito Geraldo Braga agradeceu ao parlamentar e destacou a importância do apoio que Hildo Rocha tem proporcionado ao governo municipal.

“Em nome da população, eu agradeço e me sinto honrado por ter o apoio do deputado Hildo Rocha, parlamentar que é referência de melhorias nas cidades, onde ele coloca as mãos os bons resultados aparecem e, graças a Deus, ele tem nos ajudado, tem contribuído para que a nossa gestão possa implantar melhorias para a população de Governador Edison Lobão. Esse asfaltamento, por exemplo, é uma conquista importante e acreditamos que, com ajuda de Hildo Rocha outros benefícios relevantes serão alcançados porque continuaremos reivindicando e buscando melhorias para a nossa cidade, por meio dessa parceria com o deputado Hildo Rocha em favor do fortalecimento da nossa gestão” ressaltou o prefeito Geraldo Braga.

“Esse asfaltamento foi uma das promessas mais rápidas que um político já honrou aqui no nosso município”, enfatizou o vice-prefeito Flávio Soares.

“O deputado Hildo Rocha é um político diferente ele já chegou aqui mostrando trabalho, ele viu que o município necessita do seu apoio, prometeu ajudar e já cumpriu logo”, completou Soares.

O presidente da Câmara de Vereadores, André Silva, também manifestou satisfação por presenciar o andamento de uma obra que há muito tempo era reivindicada pela população.

“Agradeço o apoio do deputado Hildo Rocha, parlamentar municipalista, atuante que hoje nos honra com a sua visita e está aqui para vistoriar obras viabilizadas por emendas que ele colocou para a nossa cidade”, comentou André Silva.

Obra de qualidade

O deputado Hildo Rocha disse que ficou satisfeito por ter constatado que a equipe responsável pela execução da obra trabalhou bem. “O prefeito caprichou, fez uma obra de boa qualidade, fez meio fio e sarjetas. Portanto, a emenda que coloquei para essa finalidade foi bem aplicada. Isso nos motiva a fazer muito mais pelo município que precisa do apoio do Governo Federal e do apoio do Governo do Estado. Na condição de deputado federal, eu trabalho, reivindico e luto constantemente com o objetivo de conseguir mais recursos para os municípios maranhenses”, afiançou Hildo Rocha.

Assista: 



Alexandre Pinheiro, ex secretário de comunicação do governo Magno, que recebeu milhões para combater o Covid, tenta desqualificar campanha da Secretaria Municipal de Saúde de Chapadinha  

Antenor Ferreira 

Fui surpreendido ao receber em nossa redação (98 98498 4647) diversas mensagens e prints de um repudiável desserviço do blogueiro Alexandre Pinheiro, que deveria está somando esforços para conscientizar a população sobre a necessidade de imunização contra a Covid-19. 

O blogueiro, que na gestão passada ocupou o cargo de secretário de comunicação do município, época em que deixava passar despercebido inúmeras falhas do governo Magno, dentre elas a ausência de ações concretas de combate a Covid-19, mesmo a Prefeitura tendo recebido quase 15 milhões de reais, agora protagoniza uma lamentável "campanha" contra a imunização de pessoas idosas.

Diante do louvável anúncio da Secretaria Municipal de Saúde, em instalar o Centro Municipal de Vacinação Contra a Covid, e o dia "D" de vacinação em idosos com 75 anos ou mais, o ex secretário passou a veicular em grupos do mensageiro WhatsApp e em seu perfil no Facebook, ilustrações dos ônibus que serão disponibilizados gratuitamente para o transporte do público alvo, como sendo fontes de contaminação do vírus. 

Pinheiro chegou inclusive a taxar os veículos de "Covid bus", atitude que causou revolta em muitos chapadinhenses, que passaram a repudiar sua campanha contra a saúde pública. 

Os internautas que nos tornaram público o ato, que pode ser caracterizado como crime contra a saúde, informaram que seus avós e parentes próximos foram influenciados de maneira negativa com as imagens, alguns relatando desinteresse pela imunização. 

Particularmente, como jornalista que sou, que busco sempre levar informação e conteúdo de qualidade a nossos munícipes, e que defende o cumprimento das medidas contra a Covid, e especialmente a vacinação, também repudio o ato, e espero que as autoridades competentes possam tomar uma iniciativa. 

Diante do delicado momento que vivemos e dos notáveis esforços da atual gestão e do secretário de saúde, Richard Wilker, é inaceitável que um profissional de comunicação que poderia está justamente somando para o sucesso dessa campanha, esteja na verdade torcendo contra, incentivando a perda de mais vidas. 

Processo movido pelo ex-prefeito Magno Bacelar foi rejeitado de forma unânime pela corte do Tribunal Superior Eleitoral  


Antenor Ferreira 



A novela que tinha como enredo imputar a atual prefeita Belezinha e secretário Aluízio Santos a prática de compra de votos, chegou em definitivo ao fim. 


O processo movido pela coligação de Magno Bacelar durante o processo eleitoral de 2016 chegou a corte do Tribunal Superior Eleitoral - TSE, onde foi rejeitado unanimemente por todos os seus membros. 


O ministro Alexandre de Moraes foi quem julgou os agravos apresentados pela coligação de Magno. Moraes rejeitou as acusações, entendimento que foi seguido por todos os colegas. 


Com isso, o sonho de atribuir qualquer tipo de inelegibilidade a atual prefeita Belezinha e ao secretário municipal de articulação política Aluízio Santos, cujo o nome ecoa como forte candidato ao legislativo estadual, é por completo enterrado. 


Veja abaixo a decisão: 




Ambos seguem livres, com a FICHA LIMPA, e como inequívoco apoio do povo. 


O deputado federal Hildo Rocha trabalhou a favor da aprovação do Programa Pró-Leitos, que incentiva empresas a contratarem leitos clínicos e de UTI da rede privada de saúde em favor do Sistema Único de Saúde (SUS) para atender pacientes com Covid-19.


Em pronunciamento na tribuna da câmara, Hildo Rocha destacou a importância do Projeto de Lei 1010/21, do deputado Dr. Luisinho. (PP-RJ) que foi aprovado na forma do substitutivo do relator, deputado Hiran Gonçalves (PP-RR). Segundo o texto, o programa existirá enquanto durar a emergência de saúde pública decorrente da pandemia e dependerá de regulamentação do Poder Executivo.

Hildo Rocha destacou que propostas dessa natureza têm que ser adotadas urgentemente porque o País vive grave crise sanitária e também hospitalar, em função do aumento de infectados que já está em torno de 2% ao dia.

“Os hospitais públicos estão superlotados. Boa parte dos hospitais privados já se encontram lotados, sem vagas de UTI, com filas. Essa proposta do Dr. Luizinho permite que pessoas físicas ou jurídicas possam investir na criação de novos leitos, para depois descontar essa despesa com o Imposto de Renda. Então, acho muito boa a ideia e providencial”, comentou Hildo Rocha.

Valor máximo

Em negociações para acelerar a tramitação do projeto, os partidos de oposição desistiram de emendas apresentadas, e o relator inseriu dispositivo sugerido pelo autor para garantir que os valores a serem compensados no tributo terão como referência o valor máximo praticado pela tabela de remuneração das operadoras de planos de saúde, reguladas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Cirurgias eletivas

Hiran Gonçalves incluiu ainda no texto a determinação de suspensão das cirurgias eletivas nos hospitais públicos e privados sempre que os leitos atinjam a taxa de ocupação de 85%. A restrição vale para todos os estados e não alcança os procedimentos das áreas de oncologia e cardiologia.

Crise sanitária

O autor do projeto, Dr. Luiz Antonio Teixeira Jr., ressaltou que o agravamento da pandemia nos primeiros meses de 2021 levou o País à maior crise sanitária e hospitalar de sua história. “Faltam insumos nos hospitais, e pacientes com Covid-19 ou com suspeita da doença morrem na fila à espera de um leito de terapia intensiva, evidenciando o trágico colapso do sistema de saúde no País. É inadmissível ver pessoas morrendo por falta de leitos de UTI em locais em que há hospitais privados com leitos vagos”, afirmou.

Número de leitos

Em um ano de pandemia, a rede de atendimento intensivo foi ampliada em 25.186 unidades registradas no Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde do Brasil, aumento de 61%. Com isso, o País passou a contar com 66.497 leitos de UTI registrados em janeiro de 2021, ante 41.311 em fevereiro de 2020.

Levantamento da empresa de gestão hospitalar Planisa, com amostra de nove hospitais de três regiões brasileiras, indicou que o custo de um paciente internado em hospitais públicos foi em média de R$ 25 mil por nove dias.

Assista vídeo: 



Um casal foi preso em São José de Ribamar, região Metropolitana de São Luís, suspeito de torturar e estuprar o próprio filho, um bebê de apenas três meses de vida.


O pai do menor que é usuário de drogas foi preso na na Vila Roseana Sarney, e a mãe no bairro Turiuba II.

O caso foi denunciado à polícia no mês de fevereiro por profissionais de saúde do Hospital Municipal da cidade, após atendimento ao bebê. Segundo laudo médico, a criança chegou ao hospital com ferimento extenso na língua, fissura no ânus e quadro grave de desnutrição.

O casal chegou a ser preso, mas foi posto em liberdade.

A nova prisão foi autorizada pela Justiça. Os presos foram encaminhados para a Unidade Prisional de Pedrinhas, onde estão à disposição da Justiça.

Segundo a Polícia Civil, a criança já está bem e sob os cuidados da avó materna.

Os nove governadores nordestinos, além dos mandatários de Amapá, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo, encaminharam na quarta-feira (24) carta à alta cúpula do Congresso Nacional defendendo que o valor do auxílio emergencial neste ano seja de R$ 600 por mês. Ou seja, num montante superior ao prospectado pelo Governo Federal.


No documento, os líderes estaduais pedem que seja garantida a renda básica para a população, permitindo o distanciamento social e a adoção de medidas para frear a pandemia. "Temos o cenário dramático de quase 300 mil vidas perdidas. Diariamente, vemos recorde de mortes, lotação de leitos hospitalares, ameaça de falta de medicamentos e esgotamento das equipes de saúde. O calendário nacional de vacinação e a obtenção de novas doses de imunizantes contra a Covid-19 estão mais lentas do que as respostas que precisamos para reverter esse quadro. Agir contra esse cenário requer medidas sanitárias e garantia de uma renda emergencial", pontuam.

Dentre os signatários da carta destacam-se políticos adversários do presidente Jair Bolsonaro, como os governadores Wellington Dias (Piauí) e João Dória (São Paulo), e também aliados, como é o caso de Ratinho Júnior (Paraná).

Os chefes do Executivo solicitam a dotação necessária para o benefício,e que sejam mantidos os critérios da edição passada. "Por isso, solicitamos ao Congresso Nacional que disponibilize os recursos necessários para o Auxílio Emergencial em níveis que superem os valores noticiados de R$ 150,00, R$ 250,00 e R$ 375,00", sinalizam. "Neste momento, defendemos auxílio emergencial de R$ 600,00, com os mesmos critérios de acesso de 2020".

As informações são do Meio Norte

Do Meio Norte


O Governo do Estado anunciou na quarta-feira (24) que vai suspender o transporte intermunicipal durante a Semana Santa e fechar o acesso às praias no litoral do Piauí, como medidas para reduzirem a circulação de pessoas durante os dias de feriado, informou o secretário de Governo, Osmar Júnior.

“A Semana Santa sempre faz com que as pessoas se desloquem para o interior e o litoral. Ano passado o sistema de transporte foi suspenso e governador vai suspender este ano. Também já recebemos da consultoria jurídica do gabinete do governador, a minuta do decreto que vai fechar o acesso às praias”, declarou Osmar Junior.

Osmar Júnior falou que as medidas são drásticas, mas necessárias para barrar a transmissão do coronavírus.


Segundo ele, os prefeitos de Luís Correia e Cajueiro da Praia já tomaram medidas para fechar as praias e pediram ao Governo do Estado que faça um reforço policial e de vigilância sanitária. "Então, estamos antecipando que, durante esse período, as pessoas que forem ao litoral não terão acesso às praias”, disse Osmar Júnior.

Com a antecipação dos feriados de Nossa Senhora Aparecida, comemorado em 12 de outubro, e de Corpus Christi, celebrado em 3 de junho, o Governo do Estado coloca em prática uma medida para aumentar o isolamento social durante dez dias, a começar desta sexta-feira.

“Teremos dez dias de forte restrição na movimentação de pessoas e se espera que com isso se quebre a onda perigosa de contágio. Ontem nós tivemos o maior número de pessoas infectadas pela covid”, disse Osmar Júnior.

A Volkswagen suspendeu a partir de hoje (24) as atividades relacionadas à produção de todas as unidades nos estados de São Paulo e Paraná, por causa do agravamento da pandemia da covid-19. A suspensão se manterá por 12 dias corridos, até 4 de abril.


As atividades de produção das fábricas da Volkswagen ocorrem em São Bernardo do Campo (SP), Taubaté (SP), São Carlos (SP) e São José dos Pinhais (PR). Os empregados da área administrativa estarão em trabalho remoto. Segundo a empresa, a medida foi tomada em conjunto com os sindicatos locais.

“Com o agravamento do número de casos da pandemia e o aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI nos estados brasileiros, a empresa adota esta medida a fim de preservar a saúde de seus empregados e familiares. Nas fábricas, só serão mantidas atividades essenciais”, informou a Volkswagen em nota.

Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz do Brasil informou que também interromperá as atividades produtivas de suas fábricas de veículos comerciais de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG), a partir do dia 26 de março, com retorno previsto para 5 de abril. O motivo é também o agravamento da pandemia.

“O nosso intuito, alinhado com o Sindicato dos Metalúrgicos, é contribuir com a redução de circulação de pessoas neste momento crítico no país, administrar a dificuldade de abastecimento de peças e componentes na cadeia de suprimentos, além de atender a antecipação de feriados por parte das autoridades municipais”, disse a empresa.

A partir de 5 de abril, a Mercedes informou que dará continuidade às medidas restritivas para proteção dos profissionais, além de conceder férias coletivas para grupos alternados de funcionários. Com isso, haverá um grupo de produção menor mantendo os protocolos de distanciamento. Segundo a montadora, os funcionários administrativos continuarão trabalhando em regime de home office.

Da Agência Brasil


O deputado federal Hildo Rocha se reuniu com o prefeito de Mata Roma, Besaliel Albuquerque, para discutir parcerias em prol da melhoria dos serviços públicos ofertados pela prefeitura do município. Os vereadores Fernando Boa Sorte, Chaguinha e o empresário Carlinhos também participaram do encontro. As principais demandas elencadas pelo prefeito são: pavimentação em povoados, implantação de sistemas de abastecimento de água e apoio na saúde.

“Besaliel assumiu a prefeitura num momento difícil que exige união da classe política, do município, e apoio institucional nas esferas estadual e federal. De minha parte, reafirmo o meu compromisso de continuar trabalhando em prol do desenvolvimento dos municípios maranhenses. Portanto, a população de Mata Roma tem a garantia de que irei me esforçar a fim de ajudar Besaliel a dar respostas rápidas e eficientes às principais demandas do município”, afirmou Hildo Rocha.

Atuação diferenciada


O prefeito Besaliel enfatizou que o apoio do deputado Hildo Rocha é fundamental para que a prefeitura possa realizar obras nos setores da infraestrutura municipal, proporcionar melhorias nas áreas da educação, da saúde e da produção, entre outras.

“O encontro foi produtivo, revigorou a nossa esperança de dias melhores para a população de Mata Roma. O Maranhão inteiro sabe que o deputado Hildo Rocha é um parlamentar atuante, no que se refere à produção legislativa, é um deputado sempre presente nas comunidades e nos municípios do nosso Estado. Poder contar com o apoio de um parlamentar que tem tantos serviços prestados ao Maranhão é uma garantia de que a nossa administração certamente será contemplada com o seu trabalho, destacou Besaliel.

Fique na moda!

Fique na moda!
Avenida Presidente Vargas, Centro de Chapadinha/MA

Vamos ficar em forma?

Vamos ficar em forma?
Rua do Comércio - Centro, por trás do Armazém Paraíba

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana