MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

CORONAVÍRUS

Videos

Arquivo da página


 Atendendo convite da vice-prefeita Irenalva, da vereadora Dora, e do ex-prefeito Afonso, o deputado federal Hildo Rocha visitou áreas atingidas pela cheia do Rio Munim. O parlamentar destacou que a visita ao município é para ver de perto a situação das famílias afetadas pela cheia do Munim e também para se colocar à disposição das autoridades municipais no sentido de ajudar as famílias prejudicadas com a enchente.


Hildo Rocha e vice-prefeita de Presidente Juscelino, Irenalva do Afonso

“Vamos trabalhar a fim de viabilizar a liberação de recursos financeiros do governo federal, para que o governo municipal possa fazer a distribuição de cestas básicas, colchões e outros benefícios para as famílias desabrigadas. Isso eu já fiz para outros municípios”, afiançou Hildo Rocha.

Etapas a serem cumpridas

O parlamentar explicou que embora a legislação exija uma série de requisitos para que a ajuda do governo federal seja efetivada, se a prefeitura reunir toda a documentação, sem falhas, sem inconsistência nos dados cadastrais que devem ser feitos na Secretaria Nacional da Defesa Civil, é possível agilizar a tramitação do processo e a imediata liberação dos recursos.


“Estamos à disposição do município. Entretanto, nós só poderemos fazer algo concreto se a prefeitura e o governo estadual cumprirem com as suas obrigações no que diz respeito à documentação necessária quando existe situação de emergência. Atendidas as exigências as demandas devem ser enviadas para a Secretaria Nacional da Defesa Civil, órgão do Ministério do Desenvolvimento Regional. Tudo estando certo cobrarei a liberação imediata dos recursos”, explicou Hildo Rocha.

Benefícios possíveis de serem obtidos

O parlamentar ressaltou que o dinheiro que o município receber poderá ser investido na reconstrução de casas que eventualmente tenham sofrido algum dano; recuperação de ruas, pontes e bueiros, entre outros serviços.


“A situação é grave, exige ação imediata. Assim sendo, a vice-prefeita, Irenalva, a vereadora Dora, e o ex-prefeito Afonso e solicitaram a minha presença. Portanto, estamos fazendo a nossa parte, estamos à disposição da prefeitura para que possamos proporcionar ao município as condições que a prefeitura necessita para ajudar as famílias que estão precisando de todos nós neste momento de grande dificuldade”, enfatizou Hildo Rocha.

Gratidão

A vice-prefeita, agradeceu ao deputado e ressaltou que o parlamentar sempre ajudou o município. “Hildo Rocha sempre ajudou o nosso município e agora, mais uma vez, se coloca à disposição da nossa cidade. Então, o povo de Presidente Juscelino é muito grato ao deputado Hildo Rocha”, enfatizou Irenalva.


A vereadora Doralice do Juraci falou sobre a situação difícil que passam centenas de famílias de Presidente Juscelino. Ela pediu apoio do deputado Hildo Rocha para que o parlamentar ajude na liberação de recursos federais a fim de que a prefeitura atenda as famílias afetadas com a cheia do rio Munim.

“A presença do deputado na cidade é muito importante, pois ele é um parlamentar atuante, esforçado e muito sensível. Ele sempre consegue atender as demandas que são apresentadas e acredito que desta vez não será diferente, creio que ele irá conseguir a liberação de recursos para que a prefeitura possa diminuir o sofrimento das famílias atingidas por essa enchente”, disse a vereadora Dora.

O ex-prefeito Afonso afirma que o sentimento dele é de tristeza porque a cheia prejudica muitas pessoas que residem na sede e na zona rural de Presidente Juscelino. Ele também pontuou que já fazia alguns anos que não ocorria enchente.

“Deputado Hildo Rocha já é conhecido aqui em Presidente Juscelino, já ajudou muito essa cidade. Na minha gestão ele era Secretário de Estado e me ajudou bastante, ajudou muito a cidade e agora, que é deputado, atendeu prontamente o nosso pedido para que venham recursos pra nossa comunidade para o nosso povo que está sofrendo”, comentou Afonso.

“Hildo Rocha foi o primeiro, e único, deputado federal que veio verificar a situação do nosso povo.  Eu quero agradecer por mais esse gesto de consideração com o povo e com o nosso grupo político. Não é de hoje que Hildo Rocha demonstra preocupação com a nossa cidade, quando ele era Secretário das Cidades ele mandou asfalto para toda a cidade, na gestão do ex-prefeito Afonso. Deputado, nós somos muito gratos por tudo isso”, sublinhou o popular Guardião, morador da cidade.

Vice-prefeita Irenalva do Afonso, entregando mantimentos para famílias atingidas pela cheia do Rio Munim


 Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram a ação criminosa. O policial foi levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Brejo Santo, onde foi autuado por ato libidinoso.


Do G1

Um cabo da Polícia Militar da Paraíba foi preso no Ceará por importunação sexual após encostar a parte íntima dele em uma mulher que fazia compras em um mercantil na cidade de Mauriti, no interior do estado. O caso aconteceu na última sexta-feira (25), por volta das 18h, na Rua Henrique Alencar, no Centro da cidade. Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram a ação criminosa.

Cabo da PM de Paraíba foi preso no Ceará por importunação sexual. — Foto: Câmeras de segurança/Reprodução

As imagens às quais o g1 teve acesso mostram a vítima e uma outra mulher juntas. Elas observam itens em uma prateleira quando o policial se aproxima. À paisana, o cabo da PM encosta em uma das mulheres, que se assusta com a atitude. Sem se desculpar ou tomar qualquer outra atitude, o policial vai embora do estabelecimento.

Em nota, a Polícia Militar do Ceará disse que uma equipe do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) foi informada sobre o caso envolvendo uma jovem de 19 anos, que teria sido vítima de importunação sexual.

Após a denúncia, os agentes realizaram buscas e localizaram o suspeito, que foi preso em frente a uma agência bancária. Ele foi levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Brejo Santo, onde foi autuado por ato libidinoso, com base no artigo 215 - A do código penal.

O policial paraibano não teve o nome divulgado. 


Em mais uma ação voltada para comunidades rurais do Maranhão, o deputado federal Hildo Rocha entregou ao Instituto de Desenvolvimento Criare uma Pá Carregadeira e, para o Clube de Mães do Distrito do Leite, máquinas para produção de polpa de frutas.


Os recursos financeiros aplicados na aquisição dos equipamentos foram viabilizados por Hildo Rocha, por meio de emenda que o parlamentar destinou para a Codevasf, empresa do Governo Federal que tem como finalidade contribuir para o desenvolvimento da produção, principalmente das áreas rurais do nordeste brasileiro. As ações da empresa podem ser realizadas diretamente pela Codevasf ou em parceria com municípios, estados ou entidades.

Hildo Rocha ressaltou que a pá carregadeira e as máquinas de produção de polpa de frutas irão contribuir para melhorar a renda familiar de centenas de famílias itapecuruenses.


“A pá carregadeira é muito útil para o município de Itapecuru, principalmente para a região do Leite. Ela será utilizada para melhorar a vida dos agricultores familiares de toda região que irão utilizá-la para preparação de terrenos para a agricultura e para a pecuária. Com essa máquina eles poderão regularizar terrenos, retirar tocos; fazer tanques escavados para criação de peixes, construção de açudes e pequenas barragens. Essa máquina também será utilizada para fazer melhorias de caminhos de acesso, drenagem de águas pluviais e melhorias de ruas”, destacou.

Produção de polpa de frutas

Além da pá carregadeira, Hildo Rocha também fez a entrega de uma máquina de fazer polpa de fruta e uma embaladeira. Durante as entregas dos equipamentos, o parlamentar fez questão de destacar os nomes das pessoas que ajudaram a viabilizar as conquistas para os moradores da região do Leite.

“O clube de mães do Leite já tem um prédio onde podem ser instalados esses equipamentos. Frutas como manga, caju, goiaba, entre outras, que poderiam ser beneficiadas e comercializadas, são desperdiçadas por falta de meios para o processamento adequado. Agora a comunidade do Leite dispõe de meios para transformar o produto, embalar, acondicionar e vender. Dessa forma, as mães residentes nesta comunidade, passam a contar com mais uma fonte de renda. Tenho que ressaltar a ajuda do vereador Emerson Ceará e de seus pais, Toinha e Zé Ceará, além do apoio enorme do empresário Benedito Mendes, para que houvesse essa conquista”, enfatizou o deputado.

Doação de BB mendes

Hildo Rocha destacou que o empresário Benedito Mendes também contribuiu para a instalação da fábrica de polpa de frutas. “Além dos equipamentos que viabilizei, as máquinas de fazer polpa e a ensacadeira, havia necessidade de um freezer (congelador) para fazer a estocagem da produção. Sensível a essa questão, o empresário Benedito Mendes fez a doação. Assim, a estrutura para produção e estocagem dos produtos ficou completa”, sublinhou Hildo Rocha.

Outros benefícios

O vereador Emerson Ceará lembrou que além da pá carregadeira e dos equipamentos de produção de polpa de frutas, o deputado Hildo Rocha também viabilizou a instalação de uma indústria de beneficiamento de farinha de mandioca.


“Hoje o nosso sentimento não poderia ser outro a não ser de gratidão por essa grande parceria com o deputado federal Hildo Rocha, um dos parlamentares mais atuantes do Brasil. Digo sem medo de errar, essa parceria já rendeu muitos frutos, continua e continuará gerando muitos benefícios. Hoje, estamos recebendo equipamentos que vão fazer a roda da economia girar no nosso município. Antes, o deputado Hildo Rocha já havia viabilizado a instalação de uma Casa de Farinha, no nosso município. Todos esses benefícios são fundamentais para melhorar a renda e a qualidade de vida dos trabalhadores e trabalhadoras rurais de Itapecuru-Mirim, afiançou Emerson.

Geração de renda

A presidente do Clube de Mães do Povoado Leite, Josiane Marques Passos, também destacou a importância da ação realizada pelo deputado Hildo Rocha.

“Primeiro a nossa associação foi beneficiada com uma Casa de Farinha. Hoje, estamos recebendo uma embaladeira e uma despoupadeira. Então, para nós é muito gratificante, estamos muito felizes. Tenho certeza de que esses equipamentos aumentarão a renda das famílias e das sócias do Clube de Mães. Agradeço ao deputado Hildo Rocha por enxergar a nossa comunidade”, destacou Josiane.

Evento prestigiados

O evento reuniu lideranças estaduais e municipais. Participaram do ato, além do deputado Hildo Rocha: Emerson Ceará e Milena Amorim, vereadores de Itapecuru Mirim; os empresários Benedito Mendes e José Ceará; a deputada estadual Betel Gomes; o ex-prefeito de Buriticupu, Zé Gomes; o prefeito de Cantanhede, José Martinho; Dicó e Natinho, vereadores de Cantanhede e Jociédson Aguiar, vereador de Vargem Grande.

 


O deputado federal Hildo Rocha, o prefeito de Marajá do Sena, Lindomar Araújo e a prefeita de São Pedro da Água Branca, Marília Gonçalves se reuniram com a Secretária Nacional da Defesa Civil Substituta Karine da Silva Lopes com a finalidade de solicitar ajuda do governo federal para os municípios que foram seriamente afetados pelas fortes chuvas que tem ocorrido no interior do Maranhão.


“Diversos municípios do Maranhão foram prejudicados pela ação das chuvas, entre eles estão Marajá do Sena, Santa Quitéria, Mirador, Barra do Corda, Estreito, Grajaú e São Pedro da Água Branca. A maioria dos municípios atingidos pelas chuvas intensas não tem condições financeiros para bancar a reconstrução das estradas e recuperação de outros bens públicos que foram totalmente ou parcialmente destruídos em consequência dos temporais que afetaram essas localidades. Diante dessa realidade, viemos aqui em busca de meios para solucionar as grandes dificuldades hoje vivenciadas por esses municípios”, explicou Hildo Rocha.

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil é o órgão responsável por coordenar as ações de proteção e defesa civil em todo o território nacional. Sua atuação tem o objetivo de reduzir os riscos de desastres. Também compreende ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação, e se dá de forma multissetorial e nos três níveis de governo federal, estadual e municipal.

Estradas destruídas e serviços afetados

O prefeito Lindomar Araújo que participou da reunião destacou que praticamente todas as estradas municipais foram afetadas.

“Marajá do Sena foi assolada por terrível enchente que causou prejuízos incalculáveis. Órgãos públicos foram prejudicados, as estradas foram destruídas e pontes caíram afetando diretamente o transporte escolar. Enfim, precisamos reconstruir a cidade. Dessa forma, solicitamos inicialmente ajuda do governo estadual e agora estamos pleiteando o apoio do governo federal a fim de que possamos obter meios de reerguer nossa cidade que é formada por um povo bravo e lutador que apesar de tudo não desiste”, comentou Lindomar.

Marilia Gonçalves, prefeita de São Pedro da Água Branca, comentou as dificuldades ocasionadas pela enchente do Rio Tocantins.

“São Pedro da Água Branca também vive momentos difíceis em razão do excessivo aumento do volume de água do Rio Tocantins. Nós não dispomos de meios para proporcionar a devida assistência que as famílias desabrigadas necessitam. Assim sendo, decidimos pedir socorro ao governo federal, por meio da Secretaria Nacional da Defesa Civil. Aproveito para agradecer ao deputado Hildo Rocha e à Dr. Karine, pela receptividade e pela boa vontade demonstrada”, declarou a prefeita.

A Secretária substituta da Defesa Civil, Karine da Silva Lopes, assegurou que as demandas apresentadas na reunião serão tratadas como prioridade.

“Os dados enviados por meio do Sistema Integrado de Informações e Desastres serão analisados pelos técnicos do órgão e vamos tratar os casos aqui relatados como prioridade” afiançou Karine.



 


O presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, deputado Hildo Rocha, comemorou a aprovação, em dois turnos, da PEC 22/11, que fixa piso salarial nacional de dois salários-mínimos (R$ 2.424,00) a ser bancado pela União.


“Esta PEC reconhece a importância dos agentes comunitários de saúde e dos agentes de combate às endemias para o Sistema Único de Saúde, principalmente para a atenção primária. É uma PEC que garante o piso salarial da categoria, no valor de dois salários-mínimos, além de criar uma data em que todo ano será feito o reajuste do piso salarial desses profissionais, que são de suma importância para a saúde preventiva dos brasileiros”, argumentou Hildo Rocha.

O orçamento de 2022 prevê um acréscimo de R$ 800 milhões para o pagamento do piso das categorias deste ano, que passará de R$ 1.550 (2021) para R$ 1.750. Existem cerca de 400 mil agentes no Brasil.


A PEC determina que os recursos deverão constar no orçamento geral da União com dotação própria e exclusiva e, quando repassados, seja para pagar salários ou qualquer outra vantagem a esses agentes, não serão incluídos no cálculo para fins do limite de despesa com pessoal dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Comemoração e agradecimentos

Após a votação, o deputado Hildo Rocha, e outros parlamentares, participaram de um ato de agradecimentos e de comemoração pela aprovação da PEC.


“Essa foi uma grande luta e uma vitória marcante. Parecia impossível, houve resistências, mas graças a Deus e graças ao esforço, graças ao persistente e eficiente trabalho liderado por Ilda Angélica, com o apoio de inúmeros deputados e deputadas, nós conseguimos uma vitória consagradora que contou com o voto favorável de 450 parlamentares. Essa vitória é de vocês, meus queridos amigos e amigas agentes de saúde e agentes de combate às endemias. Parabenizo a todos vocês e, em especial, essa guerreira, essa lutadora persistente que é a minha amiga Ilda. Também registro a luta dos integrantes das lideranças do Maranhão que também lutaram junto conosco entre as quais cito a Marleide, outra mulher aguerrida que exerceu papel relevante nessa conquista”, enfatizou Hildo Rocha.

A presidente da Confederação Nacional dos Agentes de Saúde (Conacs), Ilda Angélica, fez um pronunciamento cheio de emoções momento em que ela relatou as dificuldades que ocorreram e os apoios recebidos dos deputados e deputadas.

Ela aproveitou o momento para destacar o trabalho eficiente do deputado Hildo Rocha, presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes de Saúde e de Combate às Endemias.


“Essa vitória foi conquistada a duras penas, vocês sabem do nosso sacrifício da nossa luta. É impossível não se emocionar nessa hora. Agradeço a Deus, por nos manter unidos enfrentando todas as dificuldades. Foi uma grande vitória e nós não podemos deixar de agradecer aos deputados e deputadas que abraçaram a nossa causa, que fizeram e diferença e certamente irão continuar fazendo a diferença no parlamento brasileiro. Agradeço o presidente da nossa Frente Parlamentar, deputado Hildo Rocha, que se dedicou integralmente para que nossa PEC fosse aprovada. A nossa eterna gratidão aos deputados que nos ajudaram”, proclamou Hilda Angélica.



O deputado federal Hildo Rocha trabalhou pela aprovação do requerimento de urgência para o Projeto de Lei 2564/20, que fixa o piso salarial nacional para as carreiras de enfermagem (enfermeiros, técnicos, auxiliares e parteiras). O requerimento foi aprovado por 458 votos e 10 contra.


“Sou a favor, defendo a aprovação do pedido de urgência para o Projeto de Lei nº 2.564, de 2020, que garante um piso mínimo de R$ 4.750 reais para o enfermeiro. A aprovação do requerimento de urgência é uma forma de mostrarmos que o povo brasileiro reconhece o trabalho dos enfermeiros, dos técnicos de enfermagem, dos auxiliares de enfermagem e das parteiras do nosso País”, destacou Hildo Rocha.

Debate célere

Rocha participou da reunião de líderes, na quinta-feira passada quando foi selado o acordo para pautar e aprovar a matéria. O deputado explicou que é necessário envolver os governadores e prefeitos, nos debates, em razão do impacto orçamentário da proposta.

Os parlamentares trabalham com a perspectiva de que o mérito do projeto deve ser votado em até cinco semanas, tempo considerado suficiente para que sejam encontradas formas de financiamento ou de busca de recursos financeiros para fazer frente a essa demanda.

Reconhecimento ao trabalho do Coren

No pronunciamento que fez na tribuna da Câmara, onde defendeu a aprovação do pedido de urgência, Hildo Rocha fez saudação especial aos representantes do COREN que foram a Brasília a fim de acompanhar a votação.

“Vejo, com satisfação, grande quantidade de membros do COREN do Maranhão representando a categoria. Ali está a Kelly Inaiane, com quem já conversei; está o João Marinho, conselheiro do COREN, da região tocantina e está também o Zé Carlos. Portanto, o COREN do Maranhão está presente, fazendo a articulação política necessária junto aos membros da bancada do Maranhão. Parabenizo a todos os integrantes da comitiva maranhense, em nome da enfermeira Kelly. Eles marcaram presença nessa votação que simboliza um passo gigantesco rumo à vitória dessa categoria tão importante e merecedora do reconhecimento por parte do poder legislativo brasileiro”, enfatizou Hildo Rocha.



Homem foi socorrido em um helicóptero particular para o hospital, mas não resistiu. Segundo testemunhas, ele passou cerca de 30 minutos sob as águas, até que fosse encontrado. 

Uilgner Rodrigues, de 30 anos, natural de Guarujá (SP) morreu ao mergulhar no lago conhecido como Buraco Azul, no município de Cruz (CE) — Foto: Reprodução/Instagram

Do G1

Um turista de Guarujá (SP) morreu na tarde desta segunda-feira (21) após se afogar em um lago conhecido como Buraco Azul, ponto turístico do município de Cruz, no litoral oeste do Ceará.

Testemunhas disseram que o homem ficou cerca de 30 minutos embaixo d'água. Os dois salva-vidas presentes no local tentaram o resgate e contaram com a ajuda de outros visitantes para tentar localizar e retirar a vítima do lago. Após buscas, ele foi localizado desacordado e levado à superfície.

O Corpo de Bombeiros informou que ao ser acionado foi ao local da ocorrência, mas a vítima já tinha sido socorrida para o hospital, transportada em um helicóptero particular.


A vítima de aproximadamente 30 anos foi levada ao Centro de Saúde da Família (CSF) na localidade de Preá, onde foi a morte foi reconhecida.

A administração do Buraco Azul Caiçara lamentou a morte do turista e afirmou que a equipe de segurança do restaurante realizou o socorro à vítima de forma imediata. O estabelecimento esclareceu que a empresa que vende passeios de helicóptero dentro do Buraco Azul, não pertence e não tem nenhum vínculo com a atual administração do restaurante, e que a mesma usa somente o terreno como heliponto e venda de passeios.

A empresa reiterou que informações nas quais é mencionado que já ocorreram outras mortes dentro do estabelecimento, são falsas.

Por fim, a empresa informou que o local estará fechado pelos próximos dias e uma nova data para reabertura será divulgada em breve. Além disso, afirmou que está prestando todo apoio e solidariedade à família e principalmente à companheira Bianca Carvalho que acompanhava o turista, identificado como Uilgner Rodrigues.

A Secretaria da Segurança Pública informou que equipes do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) da Polícia Militar (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), do Corpo de Bombeiros e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram acionados para a ocorrência, mas a vítima ainda sem identificação tinha sido socorrida por meio particular.

O caso é acompanhado pela Delegacia Municipal de Cruz, unidade da Polícia Civil responsável pela região.

O secretário de Turismo do município de Cruz, Marcelo Brandão, lamentou o ocorrido e afirmou que os fatos estão sendo apurados.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram populares revoltados com a situação. Eles chegam a arremessar pedras contra uma barraca. A confusão teria sido por causa da demora para retirar a vítima da água.

Hamilton Araújo Ferreira acusado de estuprar e matar uma jovem de 17 anos na cidade de Paulinho Neves, vai sentar nesta terça-feira (22) no banco dos réus. Ele será julgado sob acusação de prática de crimes de estupro e assassinato. O corpo da vítima foi encontrado no dia 1 de janeiro de 2017.


A denúncia do caso destaca que a vítima A. R., em 1º de janeiro de 2017, por volta das 6 da manhã, foi encontrada morta em um terreno localizado na frente da sua casa. Conforme laudo anexado ao inquérito policial, a adolescente foi morta por estrangulamento, bem como ficou comprovada a violência sexual.

Segundo as investigações, o suspeito após estuprar a vítima, decidiu matá-la, no sentido de não ser descoberto. Hamilton compareceu descalço ao velório da vítima, fato esse que chamou a atenção de todos. Outro ponto observado foi o fato da polícia ter encontrado marcas de sandália da marca ‘Kenner’, preferida do acusado, no local do crime e nas imediações.

Foram notadas, ainda, algumas marcas da mesma sandália que, pelo posicionamento, indicavam que quem as calcava tentava entrar na casa da adolescente. Marcas semelhantes foram encontradas próximas ao corpo. Apurou-se que o acusado já havia mantido relacionamento amoroso com a mãe da vítima, sendo que o mesmo admitiu que investiu contra a menina por várias, objetivando relacionar-se sexualmente com ela, inclusive enviando mensagens que nunca eram respondidas. Narram os autos que uma testemunha teria visto o denunciado no local do crime, no mesmo horário em que este ocorreu.

Para a polícia, a autoria delitiva está demonstrada pelos depoimentos das testemunhas ouvidas durante a investigação policial.

A sessão do júri deste caso já havia sido remarcada em função de limitações do espaço físico da unidade judicial, pandemia da COVID-19 e comprometimento da imparcialidade do corpo de jurados.

 


A Associação dos Produtores e Produtoras Rurais da Piscicultura e Pesca Artesanal do Povoado Itans e Circunvizinhos (APPI) conta agora com uma Pá Carregadeira que será utilizada na construção, manutenção e limpeza dos tanques de produção de pescado dos associados.


O equipamento foi financiado com recursos públicos federais originários de emenda do Deputado Hildo Rocha, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Impulsionamento da produção

Hildo Rocha destacou que a máquina irá contribuir para o impulsionamento da produção e da produtividade da pesca na comunidade.


“Itans é referência em produção de pescado, é um exemplo para várias comunidades do Maranhão. Agora, os piscicultores passam a contar com importante reforço por meio do qual irão aumentar a produção e a produtividade. Além de ser utilizada aqui no povoado, essa máquina vai ajudar também comunidades da região, em atividades como por exemplo, limpeza de tanques de peixes, abertura de estradas, recuperação de caminhos de acesso, construção de tanques, açudes e barragens, entre outras tarefas que podem ser feitas por essa pá carregadeira”, enfatizou Hildo Rocha.

O parlamentar destacou que o empresário Rodson Neres, exerceu papel importante na conquista do benefício.

“A concretização dessa demanda teve intermediação forte do Rodson. Foi ele quem nos trouxe aqui, que mostrou a viabilidade e a necessidade de uma máquina dessa para que os piscicultores possam fazer a limpeza dos tanques que é um procedimento obrigatório a cada dois anos. O prazo que eles tem para fazer essa atividade é de apenas três meses a cada ano. Geralmente no período que pode ser feita a limpeza não tem nem máquina disponível na região para alugar. Portanto, essa máquina é um valioso equipamento para possibilitar a expansão e a melhoria da produtividade”, afiançou Hildo Rocha.

O presidente da Associação dos Produtores e Produtoras Rurais da Piscicultura e Pesca Artesanal do Povoado Itans e Circunvizinhos (APPI), Eliseu Gomes agradeceu ao deputado Hildo Rocha pela emenda que foi utilizada para comprar a Pá carregadeira da associação. Eliseu também lembrou que o deputado Hildo Rocha é um parlamentar que olha e ajuda as comunidades rurais do Maranhão.


“Com certeza esse maquinário irá proporcionar o crescimento da nossa produção para que possamos levar alimento de boa qualidade para a mesa do consumidor, afinal peixe é saúde e, com a doação dessa máquina, Hildo Rocha está viabilizando o crescimento da produção de peixe não só do povoado Itans, mas do município de Matinha. Que Deus continue abençoando esse homem para que ele possa prosseguir trabalhando em favor das comunidades rurais e do desenvolvimento do Maranhão”, disse Elizeu Gomes, presidente da APPI.

Palavra honrada

O empresário Rodson Neres também agradeceu e destacou que a entrega da máquina é a concretização de um anseio da comunidade que se materializou graças ao esforço do deputado Hildo Rocha.


“É gratificante participar da entrega dessa máquina que foi viabilizada pelo deputado Hildo Rocha através do nosso esforço. Eu fiz o pedido, ele se comprometeu em lutar a fim de viabilizar a minha solicitação e, felizmente, hoje temos a satisfação de participar do ato de entrega da máquina. A gente tem que andar junto com pessoas que tem palavra. O deputado Hildo Rocha tem, uma prova está aqui, o pedido que fiz foi atendido e o nosso objetivo foi alcançado”, enfatizou Rodson Neres.

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, na manhã desta segunda-feira (21), quatro pessoas suspeitas participação em um esquema criminoso voltado à prática de jogos de azar e lavagem de dinheiro.

Youtuber conhecido como Klebim é preso no DF — Foto: Reprodução/TV Globo

Entre os detidos está o youtuber brasiliense Kleber Moraes, conhecido como "Klebim", que tem mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais, no canal "Estilo Dub". Os mandados são de prisão temporária, por cinco dias.

Segundo as investigações, o grupo atuava desde o ano passado com o sorteio de veículos em rifas, e lavagem de dinheiro por meio de empresas de fachada e "testas de ferro" (entenda abaixo). Em dois anos, os suspeitos faturaram R$ 20 milhões, de acordo com a polícia. Até a última atualização desta reportagem, o g1 não tinha conseguido contato com as defesas dos investigados.

Foram cumpridos oito mandados de busca em Águas Claras, Guará e Samambaia, no Distrito Federal. Os investigadores apreenderam nove veículos de luxo, entre eles uma Lamborghini e uma Ferrari. Os carros estão avaliados em R$ 3 milhões cada um.

A mansão do líder do grupo, localizada no Park Way, também foi alvo da operação. Foram bloqueados R$ 10 milhões das contas dos investigados. Além dos veículos de luxo, foram apreendidos vários outros carros, uma motocicleta e um jet-ski.

Youtuber do DF é preso por esquema que movimentou R$ 20 milhões — Foto: Reprodução

Esquema
criminoso

A operação ganhou o nome de "Huracán", modelo de carro de luxo. A investigação aponta que a associação criminosa era liderada por youtubers, que promoviam rifas de veículos em redes sociais. A prática é proibida pelo governo federal, por ser considerada exploração de jogos de azar.

Os veículos eram preparados com rodas, suspensão e som especiais, e as rifas eram anunciados em um site. Como possuíam milhões de seguidores, os investigados pela operação vendiam facilmente as rifas, segundo a polícia.

Os valores arrecadados seguiam para as contas de empresas de fachada e eram utilizadas para aquisição de novos veículos, registrados em nome de "testas de ferro".

 


O deputado federal Hildo Rocha entregou ao Procurador-Geral da República, Augusto Aras, relatório sobre a precariedade dos serviços ofertados pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena no Maranhão. De acordo com o parlamentar, o trabalho realizado pelo Distrito Sanitário Especiais Indígena (Dsei) não consegue atender as demandas das comunidades indígenas do Maranhão.

“Hoje a situação da saúde indígena no Maranhão é muito difícil. Existem problemas de todo tipo: faltam médicos e odontólogos; falta material para que as equipes de saúde possam realizar os procedimentos necessários e os exames, quando requisitados, são praticamente inacessíveis”, destacou o parlamentar.

Parto dentro de carro do Dsei

Os dados contidos no relatório que Hildo Rocha entregou ao Procurador-Geral foram colhidos durante audiência pública da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados, realizada por iniciativa do parlamentar maranhense, no dia 14 de dezembro do ano passado.

Audiência Pública solicitada por Hildo Rocha, em dezembro de 2021: debatedores constataram deficiências do atendimento proporcionado pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena no Maranhão

 

Hildo Rocha ressaltou que durante a audiência pública um dos participantes relatou que, em consequencia da precariedade dos serviços de transporte, que é obrigação do Dsei, uma índia conduzida para uma unidade de saúde de Barra do Corda, onde deveria ser realizado o seu parto, teve que parir dentro do carro porque não deu tempo chegar ao destino. E, pior e ainda mais grave, as partes íntimas da mulher foram filmada, fotografada e exposta em redes sociais.

“Atualmente, a situação vivenciada pelas comunidades indígenas do Maranhão é difícil, muito descaso e humilhação. Os serviços de saúde estão cada vez piores. O desrespeito aos povos indígenas é inadmissível. Uma Índia foi fotografada e filmada pelo motorista do Dsei, durante o parto. Em seguida ele colocou os vídeos em rede social. Assim sendo, decidi levar ao conhecimento do Dr. Augusto Aras tudo que está acontecendo para que ele possa tomar as providencias. O que eu desejo com isso é melhorar o atendimento da saúde nas aldeias e respeito aos indígenas do Maranhão”, ressaltou Hildo Rocha.



Vamos ficar em forma?

Vamos ficar em forma?
Rua do Comércio - Centro, por trás do Armazém Paraíba

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana