MARANHÃO

BAIXO PARNAÍBA

BRASIL e Mundo

ELEIÇÕES 2020

Videos

Arquivo da página

O governo federal publicou nesta quinta-feira (31) no "Diário Oficial da União" a medida provisória (MP) que define o salário mínimo de R$ 1.100 em 2021. As informações são do G1.

Imagem ilustrativa 

O
anúncio do valor foi feito nesta quarta (30) pelo presidente Jair Bolsonaro. O valor atual do salário mínimo é de R$ 1.045, e o novo valor vale a partir de 1º janeiro de 2021.

Para o reajuste, o governo usou uma previsão de alta de 5,22% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que serve de base para a correção anual do salário mínimo. Isso significa que não haverá aumento real no salário mínimo em 2021 mas sim a correção pela inflação (leia mais abaixo).

Medidas provisórias entram em vigor assim que publicadas no "Diário Oficial da União". Precisam, contudo, de aprovação do Congresso Nacional para se tornar leis em definitivo.

O salário mínimo de R$ 1.100 está acima dos R$ 1.088 previstos pelo governo na proposta de alteração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviada em 15 de dezembro ao Congresso Nacional.

O que explica a diferença?

Na proposta, o governo revisou de R$ 1.067 para R$ 1.088 em razão do crescimento da inflação nos últimos meses.

O crescimento da inflação fez a área econômica do governo aumentar a previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), base para a correção anual do salário mínimo.

De acordo com informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo serve de referência para 49 milhões de trabalhadores no Brasil.

Em entrevista na quarta (30), o secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, disse que o reajuste do salário mínimo está em linha com o que foi feito em 2019.
Para o reajuste, o governo usou uma previsão de alta de 5,22% para o INPC. Segundo Guaranys, esse valor leva em consideração o valor fechado do índice até novembro e a última estimativa do boletim Focus, divulgado pelo Banco Central na segunda-feira (28). Com isso, será mais um ano sem alta real no salário mínimo.

Se o INPC superar a previsão do governo, o salário mínimo pode ter que ser novamente reajustado, como ocorreu em janeiro deste ano.

Antenor Ferreira 


A situação que vive os servidores públicos de chapadinha Maranhão, neste último dia de 2020 é simplesmente revoltante. Nesta manhã de 31 de dezembro infelizmente o que vemos é a revolta dos servidores municipais, completamente indignados com a total ausência de  respostas sobre seus pagamentos, que segundo comunicado da Prefeitura deveria está nas contas ontem (30). Infelizmente tudo não passou de fajuta promessa. 

Servidores da saúde do município, especialmente os da Unidade de Pronto Atendimento - UPA, estão indignados. Contratados, efetivos e até mesmo os médicos, que continuam a trabalhar até a data de hoje (31), não receberam um centavo sequer. Nem os proventos e nem o décimo terceiro dos efetivos, que também nunca foi pago. 

E segundo alguns médicos, a Prefeitura não pagou sequer o mês de novembro. 

O prefeito Magno Bacelar, que desapareceu logo após vergonhosa derrota dia 15 de novembro, não se dignifica a dar qualquer esclarecimento ou manifestação pública sobre o assunto. 

Os servidores que buscaram a primeira dama, Danúbia Carneiro, que segundo os próximos era de quem fato comandava o município, receberam um virar de costas e silêncio da Secretária de Administração, que teria sido encontrada ainda essa manhã durante entrega de kits de merenda escolar no ginásio de esportes Raimundo Nonato Vale. 

Danúbia teria dito que se não conseguisse pagar, Belezinha, que assumirá o comando do município nas próximas horas, é quem pagaria, fugindo da responsabilidade que depende puramente dela e do prefeito. 

Outra informação teria sido repassada a um dos médicos da UPA pela vereadora eleita e "secretária" de saúde, Mônica Pontes, que teria informado que os recursos destinados a saúde serão creditados nas contas do município apenas dia 5 de janeiro, ficando assim empenhada a folha de pagamento dos servidores. 

Dizer que Belezinha deverá se responsabilizar pelo pagamento desses servidores é no mínimo insensato. Mas acredito no bom senso da futura gestora, que de forma humana bem conduziu sua primeira gestão e com certeza não fará diferente na segunda. 

Mas, não posso deixar de aqui expor minha total decepção com o prefeito Magno Bacelar, que enterra de vez sua carreira política, e por claros erros que tiveram total participação de sua fiel companheira, finca de forma histórica seu nome como DERROTADO e CALOTEIRO. 

Em um último grito, digo: PAGUE O POVO!!!  

Um crime sem precedentes aconteceu no município de Turiaçu, interior do Maranhão, na tarde desta terça-feira, 29. De acordo com informações preliminares, uma criança teria sido enterrada viva deixando apenas os pés para fora da terra.


Ainda segundo informações, estariam envolvidos no caso outras duas crianças, sendo uma delas de apenas 14 anos, que está foragido.

A criança chegou a ser socorrida mas não resistiu. A cidade está em prantos e revoltada com o caso triste e macabro.

Fonte: Blog Jamys Gualhardo

 Em decisão publicada no início da tarde desta terça-feira (29), a juíza Welline de Souza Coelho, deu prazo de 48h para o atual prefeito de Mata Roma, Raimundo Ivaldo, o Bode, a fornecer todas as informações solicitadas pela equipe de transição do prefeito eleito Besaliel Freitas.


A medida adotada pela juíza, atende um pedido de mandado de segurança impetrado pelos advogados Dr.Lourival Soares, Dra. Maria Noêmia e Dr.Rodrigo Mendes após não obter êxito pelas vias legais. Ainda segundo o corpo jurídico do prefeito eleito Besaliel, a maioria dos ofícios enviados pela equipe de transição não foram respondidos pela atual administração.

A defesa de Besaliel alegou também que nenhuma informação sobre pagamento de funcionários, contratos de fornecedores, processos licitatórios e tantos outros desmandos, estão sendo omitdos para a equipe de transição com intuito de prejudicar a nova gestão que assume o município na próxima sexta-feira (01).

A juíza Welline de Souza determinou ainda, que em caso do descumprimento da medida judicial, o prefeito Bode seja multado em até R$ 100.000,00 (Cem Mil Reais).

Uma jornalista que cobriu a pandemia de Covid-19 em Wuhan foi condenada nesta segunda-feira (28) a quatro anos de prisão por divulgar nas redes sociais a situação dos hospitais na cidade, que foi epicentro da pandemia de coronavírus na China.


De acordo com informações da agência France Presse, Zhang Zhan "parecia muito abatida quando a sentença foi anunciada", declarou um de seus advogados, Ren Quanniu, que expressou "muita preocupação" com o estado psicológico da cliente.

Os jornalistas e diplomatas estrangeiros que compareceram ao tribunal de Xangai em que a ex-advogada de 37 anos foi julgada foram impedidos de entrar na sala de audiências.
Alguns simpatizantes de Zhan foram afastados pelas forças de segurança.

Zhang Zhan poderia ser condenada a até cinco anos de prisão.

O ativista pela democracia Lee Cheuk-Yan protesta pedindo liberdade à Zhang Zhan (em foto no pôster à esquerda), condenada a quatro anos de prisão por cobrir a pandemia de Covid em Wuhan. — Foto: Peter PARKS / AFP

Hospitais em Wuhan

Natural de Xangai, Zhang Zhan viajou em fevereiro a Wuhan – cidade que, na época, era o epicentro da epidemia –, e divulgou reportagens nas redes sociais, a maioria delas sobre a caótica situação nos hospitais.

De acordo com o balanço oficial, a metrópole de 11 milhões de habitantes registrou quase 4 mil mortes por Covid-19, ou seja, a maior parte dos 4.634 óbitos contabilizados em toda China entre janeiro e maio.

A resposta inicial da China à epidemia foi muito criticada. Pequim só decretou a quarentena em Wuhan e sua região em 23 de janeiro, apesar da detecção de casos desde o início de dezembro de 2019.

Há praticamente um ano, em 31 de dezembro de 2019, o primeiro caso foi comunicado à Organização Mundial da Saúde (OMS).

Porém, ao mesmo tempo, os médicos que mencionaram o surgimento de um misterioso vírus foram interrogados pela polícia e acusados de "propagar boatos".

Um deles, o médico Li Wenliang, morreu vítima da Covid-19 no início de fevereiro, o que provocou indignação nas redes sociais.

Êxito 'extraordinário'

Zhang foi detida em maio e acusa de "provocar distúrbios", uma terminologia frequentemente utilizada contra os opositores do regime do presidente Xi Jinping.

O tribunal a acusou de ter divulgado informações falsas pela internet, informou à AFP outro advogado de defesa, Zhang Keke.

Zhang iniciou uma greve de fome em junho para protestar contra sua detenção, mas foi alimentada à força por uma sonda, segundo os advogados.

"Quando a vi na semana passada, ela afirmou: 'Se receber uma sentença pesada, vou recusar qualquer alimento até o fim'. Ela acredita que vai morrer na prisão", explicou Zhang Keke.

Nos textos que divulgava na internet, Zhang denunciava o confinamento imposto em Wuhan e mencionou uma "grave violação dos direitos humanos".

Outros três jornalistas cidadãos, Chen Qiushi, Fang Bin e Li Zehua, também foram detidos após a cobertura dos eventos. A AFP não conseguiu entrar em contato com seus advogados.
O processo de Zhang aconteceu um pouco antes da chegada de uma missão da Organização Mundial da Saúde (OMS) a China, em janeiro, para investigar as origens da epidemia.

Os dirigentes do Partido Comunista Chinês (PCC) elogiaram, após uma reunião do gabinete político, o que chamaram de êxito "extremamente extraordinário" no combate à pandemia, informou na sexta-feira (25) a agência estatal Xinhua.

O governo chinês frequentemente condena os opositores durante as festas de fim de ano, quando diminui a atenção do resto do mundo.

Nesta segunda-feira também estava prevista a abertura em Shenzhen (Sul) do processo de um grupo de ativistas de Hong Kong que foram detidos em agosto, quando tentavam fugir de barco da ex-colônia britânica, rumo a Taiwan.

As informações são do G1

Antenor Ferreira

Faltando apenas 03 dias para o fim de seu segundo mandato, Maurício Fernandes (PCdoB), prefeito de São Benedito do Rio Preto/MA, se despede deixando um marco na história do município e região. Indiscutivelmente ele transformou de forma radical a educação do município.


Diferente do que era encontrado até meados de 2012, São Benedito do Rio Preto hoje se mostra próspera e com estruturas públicas invejáveis, especialmente na área da educação.

São diversas escolas modelos que mudaram a vida de alunos da sede e zona rural, trazendo avanços em indicadores como o IDEB e outros. O passado de atraso nesta tão importante área, a educação, ficou para trás.

Na semana passada o prefeito inaugurou mais quatro equipamentos que reforçarão a infraestrutura escolar de SBRP.


Maurício Fernandes entregou uma Creche Escola no bairro Mutirão e mais três Unidades Escolares, sendo a
U. E. Deusdete Sobrinho (reformada e ampliada), no bairro Cidade Alta, U. E. José Florêncio (construída), no povoado Buritizal dos Florêncios e U. E. Manoel Calixto (construída), no povoado São Pedro.
A população tem o prazer de mencionar que os últimos 08 anos foram marcados como o período em que mais houve investimentos na Rede Municipal de Educação. Foram dezenas de escolas reformadas e construídas. Uma realidade e feitos difíceis de serem superados por gestões futuras, assim como a gratidão dos sambeneditenses, que jamais esquecerão do homem que tirou do fundo do poço e tornou próspera essa então abandonada terra.

Parabéns Maurício Fernandes e povo de São Benedito do Rio Preto.

Mais fotos das unidades:







O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, 67 anos, testou positivo para Covid-19 neste domingo (27), segundo nota divulgada pela assessoria. As informações são do G1.


Mourão ficará em isolamento no Palácio do Jaburu, residência oficial destinada ao vice-presidente.

De acordo com a Vice-Presidência o resultado foi confirmado na tarde deste domingo. A nota foi divulgada pela assessoria à noite, e não contém detalhes sobre o estado de saúde de Mourão e quais sintomas apresentou (leia a nota divulgada ao fim desta reportagem).

Procurada pela GloboNews, a assessoria disse que o vice-presidente está bem.

Conforme levantamento do consórcio de veículos de imprensa, 191.146 pessoas diagnosticadas com Covid-19 morreram no Brasil. Desde o começo da pandemia, 7.481.400 brasileiros já foram contaminados pelo vírus.

Autoridades infectadas

Com o diagnóstico, Mourão passa a integrar uma extensa lista de políticos que contraíram o coronavírus.

Todos os chefes de Poderes que já foram infectados se recuperaram da doença. O presidente Jair Bolsonaro anunciou resultado positivo para a Covid-19 em julho.

Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, contraiu a doença em março e, Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, em setembro.

Também em setembro, o ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), foi diagnosticado com o coronavírus, dias depois de assumir a presidência da Corte.

No primeiro escalão do governo, também foram infectados os ministros:
  • Eduardo Pazuello (Saúde)
  • Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo)
  • Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)
  • Bento Albuquerque (Minas e Energia)
  • Milton Ribeiro (Educação)
  • Onyx Lorenzoni (Cidadania)
  • Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações)
  • Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União)
  • Braga Netto (Casa Civil)
  • Jorge Oliveira (Secretaria-Geral)
  • Fábio Faria (Comunicações)
  • André Mendonça (Justiça)
  • Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura)
Em outubro, o senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) morreu, aos 83 anos, em decorrência da Covid-19, no Rio de Janeiro.

Nota

Veja nota divulgada pela assessoria do vice-presidente:

Na tarde de hoje, domingo, 27 de dezembro, foi confirmado o teste positivo para Covid-19 do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que permanecerá em isolamento na residência oficial do Jaburu.

Brasília, 27 de dezembro de 2020
Neste domingo (27), o Governo do Maranhão anunciou nas redes sociais os pontos onde serão feitas as tradicionais queimas de fogos do Ano Novo.

Com celulares, público registra queima de fogos em São Luís — Foto: De Jesus/O Estado

Este ano, por causa da pandemia da Covid-19 do novo coronavírus, o Governo do Maranhão disse que não realizará nenhum evento aberto ao público.

No entanto, em diversos pontos da Grande São Luís será possível observar a queima de fogos. Veja abaixo:
  • Av. Beira Mar (Coreto)
  • Anel Viário (atrás do papódromo)
  • Estádio Castelão
  • IEMA Rio Anil (Av. Contorno, Bequimão)
  • CEM Almirante de Tamandaré (Rua 28, Cohab Anil IV)
  • Av. Litorânea (prolongamento)
  • Parque do Rangedor (estacionamento)
  • Forte de Santo Antônio
  • Residencial José Chagas (Av. Ferreira Goulart)
  • Av. Ferreira Goulart (próximo da ponte José Sarney)
  • Praça Viva Maiobão
  • Praça Viva Cidade Operária
  • Cais da Raposa
  • Cais de São José de Ribamar
  • Mirante da Lagoa da Jansen

 As informações são do G1 MA 

 121 moradores e 36 funcionários foram infectados no começo de dezembro no asilo localizado na Antuérpia


Do G1

Pelo menos 18 moradores de uma lar de idosos morreram infectados com o novo coronavírus depois da visita de um papai noel infectado.

Visita de Papai Noel infectado com Covid-19 provoca a morte de 18 idosos na Bélgica — Foto: Reprodução/GNews

121 moradores e 36 funcionários foram infectados no começo de dezembro, no asilo localizado na Antuérpia, maior cidade da região de Flandres, na Bélgica.

O homem que se fantasiou para alegrar os idosos sentiu os sintomas da Covid-19 três dias após a visita. Ele testou positivo e a casa de idosos resolveu testar os idosos.

As fotos do evento mostram que nem todos os moradores estavam usando máscaras e que o Papai Noel e os seus ajudantes não respeitaram a distância de 2 metros dos idosos na confraternização.

Apesar disso, um dos principais virologistas da Bélgica, Marc Van Ranst, da universidade KU Leuven, não acredita que uma pessoa só tenha sido capaz de causar tantas infecções.

 

Um homem morreu e uma mulher ficou ferida após violento choque entre carro e moto na Avenida Presidente Vargas. 


Texto: William Fernandes 

Um grave acidente envolvendo uma moto e um carro, ocorrido por volta das 19h no cruzamento da Rua Mocambinho com a Avenida Presidente Vargas, deixou uma pessoa morta e outra ferida.


Uma moto que vinha em altíssima velocidade se chocou violentamente contra a lateral de um carro eu fazia uma manobra no cruzamento. O impacto foi tão forte que a lateral do carro ficou totalmente destruída e o carro capotou.

O condutor da moto, identificado como Marcelo, e a mulher que estava na garupa, foram arremessados por cima do carro e bateram fortemente no chão. PM e Corpo de Bombeiros estiveram no local. As vítimas foram conduzidas à UPA pelos bombeiros. Marcelo, que estava em estado mais grave, não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital. 

Testemunhas afirmaram ao blog do William terem visto a moto em alta velocidade. O limite máximo de velocidade permitido para a Avenida Presidente Vargas e praticamente todas as ruas na zona urbana de Chapadinha é de 40 km/h.

Mais fotos: 




Antenor Ferreira 

Um acidente fatal  por volta das 13h deste sábado (26), deixou ao menos duas pessoas mortas. 


Segundo informações, dois carros, aparentemente uma caminhonete e um veículo de passeio, colidiram frontalmente no perímetro de uma curva  na MA - 230, sentido Brejo-MA. 

Atualização: 

Irmã das vítimas do acidente fatal foi identificada como Francisca Verônica Mendes de Moraes, que seria moradora do povoado Laranjeiras, município de Buriti/MA. A outra vítima é um homem natural de Altamira/PA.


A segunda vítima fatal é Francisco Moura de Oliveira, conhecido como “Pará”, natural do município de Altamira, interior do estado paraense. 

Foto: William Fernandes 

Veja as fotos: 





Aguardem mais informações..

As informações são do Anapurus Conectado 

Antenor Ferreira 

Nossa redação recebeu com exclusividade prints de diálogos em um dos grupos de servidores da Unidade de Pronto Atendimento de Chapadinha - UPA, que inconformados com a ausência de pagamentos e consequente respeito a classe, pretendem cruzar os braços. 


Os servidores que relatam em "off" não terem mais condições de continuar suas atividades, por conta da total ausência de resposta sobre seus proventos, e consequente desrespeito do prefeito Magno Bacelar (Cidadania), que desapareceu do município após sua vergonhosa derrota em 15 de novembro, prometem cruzar os braços em frente a unidade, para manifestar o coletivo descontentamento. 


Segundo os servidores, a manifestação ocorrerá de forma a não afetar o já precário atendimento da unidade. 

"Pode ser que o Ministério Público acorde", comenta um dos servidores em diálogo. 


O pior de tudo são as denúncias de possível surrupiamento do patrimônio público. Os bebedouros da unidade estariam sendo retirados dos corredores e guardados dentro da sala da coordenação da unidade. O destino deles a partir dali só Deus sabe. 


Só nos resta torcer para o mínimo de bom senso do prefeito Magno Bacelar e sua companheira Danúbia Carneiro, a quem dizem ter o total poder da máquina em suas mãos, para que paguem os servidores municipais e assim se despeçam da gestão com o mínimo de respeito ao povo, que por 4 vezes lhes confiaram a missão de cuidar dessa terra, e não maltrata-la vergonhosa e perversamente.  

Vamos ficar em forma?

Vamos ficar em forma?

Clique na imagem e confira!

Nos Siga no Facebook

Mais lidas da semana